December 15, 2017

 

Foi-me lançado o desafio de demonstrar uma opinião com factos. O que no assunto em questão se assemelha a uma missão impossível.

 

E qual é o assunto em questão em questão, perguntam vocês? Ora bem, trata-se do duelo entre Tom Brady (New England Patriots) e Aaron Rodgers (Green Bay Packers) pelo título de melhor quarterback da actualidade na NFL. É indiscutível que estes dois homens estão alguns degraus acima dos restantes. Os factos mostram que Tom Brady poderá vir a ser considerado o melhor de sempre (para alguns já o é). Senão comparemos os currículos:

 

 

Tom Brady: 5 Super Bowls, 4 vezes MVP do Super Bowl, 2 vezes MVP da época regular, 2 vezes jogador ofensivo da época;

 

Aaron Rodgers: 1 SuperBowl, 1 vez MVP do SuperBowl, 2 vezes MVP da época regular.

 

Perante estes factos parecem não haver dúvidas, Tom Brady é o melhor. Aprofundemos.

 

Desde que Aaron Rodgers chegou à NFL, em 2005 (24ª escolha do Draft, Tom Brady foi seleccionado em 2000, com a 199ª escolha!!), defrontaram-se por uma vez como titulares e Rodgers levou os Packers à vitória, em Lambeau Field.

 

 

Em bom rigor Rodgers já tinha defrontado Brady, em 2006, e também em Lambeau Field, mas nessa altura o titular dos Packers ainda era o consagrado Brett Favre. Packers e Patriots enfrentaram-se ainda em 2010, em Foxborough, mas com o quarterback dos cheese heads de fora, por ter sofrido uma concussão na semana anterior. Em ambos os jogos os Packers foram derrotados.

 

Passemos agora a mais algumas estatísticas. Manda a justiça que se diga que estas só serão comparáveis quando ambos terminarem as suas carreiras (o mesmo se aplica aos currículos, embora pareça difícil que alguém se consiga aproximar dos números de Brady).

 

 

Tom Brady, a iniciar a 18ª época, soma 239 jogos, 8299 passes feitos dos quais 5290 completos, numa percentagem de 63.7% de acerto e um total de 62296 jardas (7.5 jardas por cada passe), 459 touchdowns e 152 intercepções. Fazendo as contas, 5.5% dos passes de Brady resultam em touchdown e 1,8% resultam em intercepção. O passer rating de carreira é de 97.3, sendo o mais elevado numa só época 117,2, em 2007.

 

 

Aaron Rodgers, 13ª temporada, soma 144 jogos, 4749 passes feitos, 3095 passes completos o que resulta numa percentagem de acerto de 65.2%. No total Rodgers passou para 37481 jardas (média de 7.9 jardas por passe), 300 touchdowns (atingindos esta semana e sendo o mais rápido da História a chegar a este marco, ao 144º jogo) e 74 intercepções. Recorrendo à calculadora vemos que 6.3% dos passes de Rodgers são para touchdown enquanto 1,5% levam a bola para as mãos dos adversários. O passer rating até este momento é de 103,8, tendo a sua melhor temporada sido 2011, com um rate de 122.5.

 

Os números mostram Rodgers ligeiramente à frente de Brady, embora para a História fiquem sobretudo os anéis.

 

 

Para o fim deixei a parte subjectiva, leia-se, pessoal. Rodgers enche-me as medidas, porque consegue fazer coisas que mais ninguém faz, lançamentos em corrida, mal apoiado ou desapoiado de todo, completamente torto, enquanto Brady é um jogador que não convive tão bem com a pressão. Na minha opinião Aaron Rodgers é o melhor quarterback da actualidade. Para vos ajudar a formar opinião, deixo-vos os vídeos com as melhores jogadas de ambos na época passada. Divirtam-se!

 

 

 

Nuno Fernandes

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE