December 7, 2019

A Insustentável Leveza do Ser

 

Caros leitores, levemente ou talvez não, foi com estrondo que os Benfiquistas e o Mundo assistiram à derrota inesperada do Sport Lisboa e Benfica contra o Arouca. Pelo que me foi dado a perceber em campo, pois não vi nenhum lance pela televisão, foi um jogo em que a equipa demonstrou que tem ainda um longo caminho a percorrer. Com Rui Vitória ao leme.

Um jogo em que se remata trinta vezes, oito das quais à baliza, tem de se meter uma lá dentro (que o árbitro valide, evidentemente).

A Família Benfiquista demonstrou mais uma vez o apoio inequívoco ao seu Clube, merecendo, sem sombra de dúvidas, a vitória, que não veio a acontecer. Urge arrepiar caminho!

Na verdade, os esquemas táticos, a performance do treinador e o tipo de discurso já foram analisados vezes sem conta por opinadores e catedráticos do futebol, como não o sou, remeto-lhes essa tarefa que, certamente, estará bem entregue.

 

Sendo assim, importa perceber e concentrarmo-nos nos factos: dista 1 ponto o Benfica, dos seus principais rivais. Tal como é um facto indesmentível que a equipa apresentou a espaços, é certo, o melhor futebol praticado nesta época. É curto? Pois é. Apenas com trabalho se melhora. E é com trabalho que, sem sombra de dúvidas se alcançará vitórias, pois existe qualidade, que, com dois ou três retoques de inquestionável valor, a nuvem de desconfiança se desvanecerá, regressando-se à normalidade a que o Benfica nos habituou nos últimos anos. Tenho a plena convicção disso.

 

Posto isto, importa perceber nesta última semana de mercado de transferências aberto nas principais ligas europeias, que posições e jogadores serão imprescindíveis para acrescentar real valor à equipa:

  • Lateral esquerdo: Ansaldi, no momento em que escrevo este texto, encontra-se a ser negociado por vários clubes europeus, entre os quais o Benfica. Além de ser uma alternativa interessante a Eliseu, pois é um jogador com elevada experiência em campeonatos bem mais exigentes que o português, defende melhor que o actual titular da equipa encarnada. O negócio poderá ser um empréstimo com opção de compra no final da época. Os valores desconhecem-se;
  • Extremo: surgindo no dia de ontem, Iturbe é apontado como sendo uma opção válida para as alas. Com 22 anos, Iturbe é um extremo que, além de procurar a linha, gosta de jogar em zonas interiores. Tem excelente técnica, capacidade de aceleração, velocidade, é forte fisicamente e remata bem. Opção muito interessante, estando, novamente, o empréstimo em cima da mesa. Os valores são desconhecidos;
  • Markovic? Sem sequer ter entrado no lote de convocados do último jogo do Liverpool frente ao Arsenal, o que faz ainda este jogador em Anfield? Poderá ser a surpresa final;
  • Renato Sanches é “reforço” proveniente da Equipa B. O jovem médio vai integrar o plantel principal, dividindo-se entre as duas formações. Com enorme potencial, este box-to-box tem espaço no plantel às ordens de Rui Vitória.

 

Bom, tão forte foi o estrondo da derrota de domingo passado, como leve se demonstrou a prestação de alguns atletas Benfiquistas, ou que já serviram as cores do Benfica, os quais nos deixam muito orgulhosos:

  • Extraordinária prestação de Ricardinho na Masters Cup, torneio de Futsal que envolveu, Benfica, Barcelona, Inter MoviStar e Sporting. O Melhor do Mundo realizou dois jogos, marcando todos os golos de ambas as vitórias da sua equipa contra Sporting e Benfica. No entanto, o que releva aqui para nós, foi a leveza com que elogiou o clube que representou durante anos, emocionando-se nas declarações que prestou no final do jogo contra o Benfica. Envergava uma T-shirt, com a frase “Amo-te Benfica”. Craque!
  • Leve foi a participação de João Pereira, atleta de Triatlo do Benfica, na Etapa de Estocolmo, alcançando um excelente segundo lugar, o que levou à subida para o 8.º lugar do Ranking Mundial de Triatlo Masculino. Parabéns João!

 

 

  • De destaque, num raid voador, a qualificação de Nélson Évora para a Final do Triplo Salto Masculino dos Mundiais de Atletismo em Pequim, com a marca de 17 metros e 01 centímetro, no terceiro e último ensaio da fase qualificação. Desejamos toda a sorte do Mundo para a Final. Há 7 anos n’O Pássaro Voador, alcançaste o Ouro. Não queres “apenas” repetir mais uma vez essa proeza?

 

Pois bem, sábado surge uma oportunidade para conseguirmos, mais uma vez, alcançar alguma tranquilidade no seio da Família Benfiquista. Às 20 h e 45 m, Rui Vitória e os seus jogadores só podem ter uma palavra em mente durante os 90 minutos de jogo. “Vencer”.

 

Vençamos todos juntos!

 

Vivó Benfica! Et Pluribus Unum.

 

Nota: Agradecimento a todos os Benfiquistas com quem diariamente “Penso Benfica”. É um privilégio!

 

Manuel Serra

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE