December 14, 2019

Uma nota constante nos jogos desta última jornada de futebol Americano foi a de ver as defesas a dominar constantemente os ataques adversários. E nenhum exemplo melhor que o que os Carolina Panthers fizeram, no dia de Ação de Graças, aos Dallas Cowboys. Vamos começar o nosso balanço da semana da NFL por olhar para o que se passou nesse jogo:

 

And then there was one…

Com a controversa e emocionante derrota dos Patriots frente aos Broncos, após prolongamento, os Carolina Panthers são agora a única equipa invicta na NFL. E, para variar, a estrela desta feita não foi Cam Newton. Não que o quarterback e o seu potente ataque tenham especialmente mal – o veterano Jerricho Cotchery parecia estar disponível para converter longos 3rd downs durante todo o jogo. Mas a estrela neste jogo foi a defesa dos Panthers, que pareceu levar especialmente a peito o facto de os Cowboys (detentores de um registo de 3-7 à entrada para o jogo) terem sido considerados por muitos como favoritos. Josh Norman, um dos melhores cornerbacks da liga esta temporada, secou completamente Dez Bryant e Kurt Coleman registou a sua quinta interceção esta época, convertendo-a num touchdown defensivo. E o que dizer de Luke Kuechly? O ainda jovem linebacker, normalmente mais habituado a ser o líder da defesa e a usar a sua velocidade para apagar fogos um pouco por todo o lado, teve desta feita os holofotes mais apontados a si, registando duas interceções e convertendo uma delas em mais um touchdown defensivo para Carolina na noite de Ação de Graças – o primeiro na carreira de Kuechly. Nesta fase do campeonato, os Panthers estão a carburar em todas as áreas do jogo e os céticos começam a ficar sem razões para legitimar as suas dúvidas.

 

Há perder… e depois há isto

Na semana passada, depois de uma sequência avassaladora de jogos apertados perdidos nos últimos segundos e lesões graves para as suas maiores estrelas, proclamei que os Baltimore Ravens estavam amaldiçoados e condenados a perder todos os seus jogos até ao final da temporada. E esta segunda-feira, com os Cleveland Browns prestes a converter um field goal de 51 yards a três segundos do final do jogo, os Ravens preparavam-se para mais uma desilusão – numa temporada já por si recheada de miséria. E depois isto aconteceu:

 

O meu/nosso erro foi esquecer qual era a equipa que os Ravens estavam a defrontar. Já devia saber melhor que colocar os Ravens à frente dos Browns no ranking das equipas que parecem inventar as formas mais criativas de arruinar a boa-disposição dos seus fãs. O erro está corrigido. Longa vida aos reis Browns.

 

Os verdadeiros amaldiçoados

Correndo o risco de ser repetitivo, não há muito mais que tenha acontecido esta semana que se compare à miséria continuada dos Browns e seus fustigados fãs:

 

Resultados 12ª Semana

Philadelphia Eagles – 14 X 45 – DETROIT LIONS

CAROLINA PANTHERS – 33 X 14 – Dallas Cowboys

CHICAGO BEARS – 17 X 13 – Green Bay Packers

OAKLAND RAIDERS – 24 X 21 – Tennessee Titans

Buffalo Bills – 22 X 30 – KANSAS CITY CHIEFS

Tampa Bay Buccaneers – 12 X 25 – INDIANAPOLIS COLTS

New York Giants – 14 X 20 – WASHINGTON REDSKINS

New Orleans Saints – 6 X 24 – HOUSTON TEXANS

MINNESOTA VIKINGS – 20 X 10 – Atlanta Falcons

Saint Louis Rams – 7 X 31 – CINCINNATI BENGALS

SAN DIEGO CHARGERS – 31 X 25 – Jacksonville Jaguars

Miami Dolphins – 20 X 38 – NEW YORK JETS

ARIZONA CARDINALS – 19 X 13 – San Francisco 49ers

Pittsburgh Steelers – 30 X 39 – SEATTLE SEAHAWKS

New England Patriots – 24 X 30 (OT) – DENVER BRONCOS

BALTIMORE RAVENS – 33 X 27 – Cleveland Browns

 

Nota: as equipas que jogam em casa estão à direita, tal como é apresentado nos sites de desporto norte-americanos.

Pedro Quedas

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE