August 25, 2019

A apenas três jornadas do fim da temporada, chegou a altura de várias equipas começarem a fazer contas para tentar chegar aos playoffs. Uma dessas equipas vem de Pittsburgh, onde o poderio ofensivo dos Steelers está a colocá-los na rota da postseason mesmo depois de vários incidentes pelo caminho. Mas antes de falarmos de “Big Ben” e os seus rapazes, temos de abordar o feito que está a ser conseguido em Carolina:

 

Será possível?

Será possível? Só uma equipa em toda a história da NFL conseguiu ganhar todos os jogos na temporada regular e depois continuar nessa onda de perfeição até ao título – os Miami Dolphins, em 1972. Os New England Patriots, em 2007, quase conseguiram fazer o mesmo mas perderam no Super Bowl, contra os New York Giants. E muitos outros chegaram lá perto. Depois da destruição (38-0) que impuseram aos Atlanta Falcons, a possibilidade dos Panthers conseguirem outra vez uma época perfeita está a finalmente a ser considerada pelos media e fãs da NFL, embora nunca pelos jogadores de Carolina – mesmo os que não se consideram supersticiosos não se arriscam a admiti-lo abertamente. A fórmula das vitórias dos Panthers é tão simples quanto improvável. Na defesa, é uma mistura de velocidade com posicionamento. A linha secundária corta as rotas dos receivers adversários tempo suficiente para permitir aos linemen chegarem ao quarterback. No ataque, uma mistura equilibrada de running e passing, possível apenas porque Cam Newton está numa forma incomparável e as defesas adversárias não conseguem antecipar as suas decisões. Nos três jogos que faltam na temporada regular, provavelmente o maior desafio que os espera é exatamente contra os New York Giants, que, dado que precisam de ganhar para continuar na luta pelos playoffs, podem muito bem voltar a ser o papel de destruidores de sonhos.

 

O ataque imparável dos Steelers

Houve momentos nesta temporada em que os Steelers pareciam simplesmente estar amaldiçoados e sem hipóteses de serem relevantes como candidatos ao título. Mas, mesmo depois de Le’Veon Bell ter ficado no estaleiro até ao final da época, o ataque de Pittsburgh foi ficando melhor jogo após jogo. O veterano running back  De’Angelo Williams tem sido incrivelmente sólido no lugar de Bell e Ben Roethlisberger tem usado a sua capacidade física… invulgar, para manter jogadas vivas e conseguir tempo para encontrar os seus receivers. E é exatamente na linha de wide receivers que os Steelers mostram todo o seu poder. Antonio Brown é um dos dois melhores receivers na NFL e Martavis Bryant provavelmente está no top 5. Este poder ofensivo poderá muito bem catapultar os Steelers para a luta por um lugar no Super Bowl (apesar de, neste momento, os Steelers ainda nem sequer estarem numa posição elegível para os playoffs – embora estejam muito bem posicionados para o conseguir). No seu caminho estarão os New England Patriots, os Denver Broncos, a jogar melhor com o seu segundo quarterback depois da lesão de Peyton Manning, e os Cincinnati Bengals, que perderam Andy Dalton exatamente no jogo contra os Steelers e podem muito bem ter fechado a sua janela de oportunidade para chegar ao Super Bowl.

 

Demasiadas jogadas para escolher

Esta semana houve tantas jogadas impressionantes que não me senti no direito de escolher duas ou três. Assim, deixo-vos este vídeo carinhosamente compilado pela NFL com o que de melhor se viu esta jornada:

 

Resultados 14ª Semana

Minnesota Vikings – 20 X 23 – ARIZONA CARDINALS

Atlanta Falcons – 0 X 38 – CAROLINA PANTHERS

Buffalo Bills – 20 X 23 – PHILADELPHIA EAGLES

San Francisco 49ers – 10 X 24 – CLEVELAND BROWNS

Detroit Lions – 14 X 21 – SAINT LOUIS RAMS

NEW ORLEANS SAINTS – 24 X 17 – Tampa Bay Buccaneers

Tennessee Titans – 8 X 30 – NEW YORK JETS

PITTSBURGH STEELERS – 33 X 20 – Cincinnati Bengals

Indianapolis Colts – 16 X 51 – JACKSONVILLE JAGUARS

San Diego Chargers – 3 X 10 – KANSAS CITY CHIEFS

WASHINGTON REDSKINS – 24 X 21 – Chicago Bears

SEATTLE SEAHAWKS – 35 X 6 – Baltimore Ravens

OAKLAND RAIDERS – 15 X 12 – Denver Broncos

Dallas Cowboys – 7 X 28 – GREEN BAY PACKERS

NEW ENGLAND PATRIOTS – 27 X 6 – Houston Texans

NEW YORK GIANTS – 31 X 24 – Miami Dolphins

 

Nota: as equipas que jogam em casa estão à direita, tal como é apresentado nos sites de desporto norte-americanos.

Pedro Quedas

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE