December 8, 2019

Traçamos – adoramos o verbo e tudo o que ele implica… – o perfil do actual, histórico e futuro presidente da “maior instituição Desportiva em Portugal“: Luís Filipe Vieira, ou, para o seu megafone Pedro Guerra, o Cosme Damião dos tempos modernos!”

São frases destas que definem o modus operandi de Luís Filipe Vieira. E, por is, traçamos-lhe uma simples análise SWOT, para simpatizante e… simpatizante (porque, aparentemente, Everybody Loves Vieira) degustar, criticar, comentar, fizer com ela o que lhe apetecer. Sim, até traçar que diacho!

 

PONTOS FORTES DO PRESIDENTE

A nosso ver, Luís Filipe Vieira é um homem que sabe comandar organizações, é determinado, ambicioso e tem uma capacidade de aprender bem acima da média. “Astuto e sagaz” qual Astérix, soube amadurecer a sua linguagem – não era um bom comunicador quando começou, poliu bastante a sua imagem – e repensar melhor algumas das suas decisões.

Parece aparentemente gostar do clube e defende-o até onde for preciso (num estilo bem menos espalhafatoso e histérico do que o seu homólogo de Alvalade). Tem bigode. Estabeleceu uma relação umbilical com tudo o que são as Casas do Benfica e moveu as peças do tabuleiro para jogar “duas vezes seguidas”: a alteração dos estatutos que promoveu é disso um vivo exemplo.

Faz bom networking. Tem, quando as circunstâncias o permitem, trânsito na banca (nem Sempre o Benfica verga os banqueiros da nossa praça). Parece ter cultivado algum gosto em lutar pela modernização do clube, algo que só se explica por algum sentimento de pertença.

O Benfica, de 1904 a 2016, não está onde está por causa de Vieira. Mas ele acredita sinceramente que merece um lugar na História do Clube. Promove o culto do chefeDetesta oposição.

PONTOS FRACOS DO PRESIDENTE

mdafc62917f4f0dc2816c1655130d746f4

Vieira não é de grandes bitaites nem protagonismos. Nisso, é mais próximo de Pinto da Costa do que Bruno de Carvalho. No entanto, existe o chamado ‘protagonismo passivo’, ou seja, Vieira manda homens da sua confiança espalharem as suas crenças e conceitos. Tem umas orelhas do caraças.

Disso são exemplos paradigmáticos João GabrielPedro GuerraJoão Gobern ou, até ontem, Rui Gomes da Silva. Isto não é aparecer mas poderá ter, em vários casos, mais eficácia do que parece. Vieira tem um verdadeiro exército de escudeiros como já aqui foi dito: de Directores de Jornais, Redacções, Editores, malta de Economia, da Política, um pouco de todos os círculos, a dizer ámen à sua oração.

Não é coerente porque já foi por variadíssimas vezes apanhado a prometer sem fazer. Não demonstra lealdade ou sentido de compromisso quando diz coisas como “Farei de Rui Costa o próximo presidente do Benfica” antes de o ‘enjaular’ na estrutura… Isto entra dentro da linha do seu ódio visceral por todos os que o contestam.

Ponto forte para alguns, fraco para outros. Mourinho, p.e., transforma isto em Oportunidade

O presidente do SL Benfica não gosta do confronto directo de ideias. Aliás, quando foi o último debate minimamente construtivo de Luís Filipe Vieira com alguém que dele discordasse?

Aguardamos os vossos VTs…

Ah! Dizia muitas vezes Hum? Hum?…

AS OPORTUNIDADES DO PRESIDENTE

Ui, aqui é que a cousa nunca mais acaba. Vieira quer, a todo custo, ficar no hot CEO seat  da Benfica SAD (mesmo que esta esteja no redline em termos financeiros) durante muitos e bons anos. Ser Presidente de um Grande em Portugal, garante o kit, como diria Jerry Seinfeld:

Imunidade + Fama/Fortuna = INTOCÁVEL GRANDE LÍDER

Vimos que Vale e Azevedo tentou fugir quando perdeu para Manuel Vilarinho e foi logo agarrado. Perdeu-se o ‘manto da invisibilidade’, pildra com o vígaro. Muito rápido!

Vieira pode levar o Benfica definitivamente até a um novo patamar de hegemonia continental. Experimentou com Jorge Jesus duas finais consecutivas, algo que só Vieira de Brito, nos idos de 60, conseguiu fazer, com a diferença Brutal que… Pimbas. Ganhou 2. E foram Champions (seguimos o Velho Acordo Milionário – uma Taça dos Campeões dos anos 50 do Real Madrid = Champions do Chelsea; vejam a contagem de La Decima para perceber que são uma e a mesmíssima cousa).

Vieira deve resolver de uma vez por todas as contas do clube. Não se admite, por falar em Real Madrid, e já aqui foi dito, que o Sport Lisboa e Benfica tenha um passivo superior ao do Real Madrid. Com a diferença que o Real Madrid pratica facturações próximas de uma EDP, p.e…

O Orelhas pode tornar-se no Presidente do Tetra. Ele que foi ficando adepto dos soundybtes populistas (“formação”, “Nós“, “união“, “trabalho“). Resumindo e baralhando, o seu lugar no Olimpo de Damião só será efectivamente reservado após a conquista deste grande objectivo.

Se o Benfica não for Campeão esta época, Vieira cairá facilmente em desgraça… mas isto ultrapassa-lhe. Também faz parte, é Futebol pá.

AS AMEAÇAS DO PRESIDENTE

Começamos por onde estávamos: o Campeonato. Um mandato Presidencial equivale precisamente a 3 Campeonatos Disputados (o FC Porto alterou para 4, p.e., mas falar de ‘eleições’ no Porto é como encontrar um motorista de Über que não pergunte como está o A/C: not gonna happen!), Vieira em 13 anos ganhou o Campeoanto por uma mão cheia de vezes – bom, +/-, mau, tirem as devidas ilacções VS investimento por favor – mas será no discurso transversal que o Orelhas pode marcar a diferença: trouxe o futsal à ribalta e no Óquei conseguiu, a espaços, destronar a histórica hegemonia do FC PortoOs adeptos esquecem-se que existe Vida e Dinheiro extra-Futebol. Nas chamadas ‘modalidades Pavilhão’, o Benfica deu um mergulho orçamental que poucas vezes vem a público. Todos os títulos conquistados implicaram grandes gastos, que a estrutura achou fundamentais para um virar de página assumidamente winnerconquerer. E, em termos desportivos, funcionou.

O Benfica está em falência técnica – há quantos anos?… – e tão cedo não se prevêm grandes alterações neste departamento. Os jovens do Seixal voam como quem vai ali ao Continente comprar bolos e as referências do clube são descartadas para um plano ASSUMIDA E PRIORITARIAMENTE financeiro: Luisão e Gaitán são recentes exemplos mas nem sempre o Benfica demonstrou respeito pelos atletas que suaram pelas Águias: recordemos o triste episódio protagonizado por Luís Filipe Vieira com Quim. Há, ainda e sempre – e o Benfica seguiu o FC Porto nesta ‘moda’ – as novelas com os fundos de investimento, altamente patrocinadas pelo gang Vieirista. Isto para não falar de Jorge Mendes, uma pessoa cada vez mais Benfiquista porque… sim. Vieira recebeu VeigaDefende Mendes até onde for preciso (é ele quem lhe dá de ‘comer’ todos os Verões). E o Benfica, aquele que devia ser dos Benfiquistas, está mais próximo hoje de alguém que também é ferrenho do Valência, do Mónaco, do Wolverhampton e afins. 

Se tirássemos Mendes da equação, que Equipas apresentaria o Benfica aos sócios? Eis uma boa questão para TPC…

A super-dependência de investidores, ora Salgado, ora Salgado, levaram a um mete pausa nisso chefe naquilo a que vamos chamar, porque hilário, do Tesouro da Luz. Onde antes chovia dinheiro do Real Madrid (e-heem MENDES!), agora era preciso guardá-lo a qualquer custo e proveito. Ofertar Garay, um dos melhores centrais dos últimos 30 anos de Benfica, lá para não sei onde veio-se a revelar um barrete negocial made in Vieira absolutamente inenarrável.

Atlético de Madrid é Ameaça. Por mais que Vieira para lá olhe como Parceiros, em nenhum negócio com os colchoneros o Benfica saiu a ganhar. NENHUM. E, no entanto, é uma autopista que ninguém fecha.

Poderíamos explanar para o campo do RIC do Orelhas mas não queremos embarcar em mais confusões… o primeiro Presidente do Porto ou do Sporting que não andou enrolado com a Justiça que atire o primeiro Ola John

A OPOSIÇÃO DO PRESIDENTE

Parece aplaudir, ora ignorando, ora percebendo as dificuldades do “Futebol Negócio, Futebol Moderno e tal”, e não assume que poderá haver um Benfica sem ser nas mãos do empresário de 67 anos.

Isto DEVE PREOCUPAR o adepto. Tenha ele 17 ou 77 anos. O miúdo de 17 adora Vieira porque viu quase tudo a seu lado… um Benfica Europeu. Um Benfica com AimarGaray, David LuizCoentrão, AngelitoMatic, Pérez (sim, ainda se lembram de Enzo Pérez?!), Cardozo, Saviola, com sorte até viu Rui Costa (não o da Fiorentina, o da pré-reforma) antes de pendurar as botas.

Para o cota de 77 anos, Vieira é “o que temos pá”. Tirou-lhes o 3º Anel mas deu-lhes um “Estádio Novo e modernaço” e quentinho e tal. “Fez o Museu” (quanto custou, nenhum Jornalista Desportivo ainda se atirou a esta muy nobre e simples pergunta). Criou a “Escola de Putos pá“. “Foi buscar o Jasus“. “Goza com o Sporting“, “foi ganhar às Antas“. “Ganha Taças da Liga pa xuxu“. Ou seja, há aqui um combinado que cheira a sucesso.

Admitimos que, embora seja parcial – e muito ‘disfarçado’ com números e ‘desviado’ por bitaiteiros televisivos – o sucesso existe. Vieira leva, vá, um Satisfaz +. Mesmo que o Benfica estivesse tranquilo da vidinha em termos financeiros, fazendo as contas aos títulos, o FC Porto ainda tem mais durante o mesmo período portanto tudo isto é relativo e susceptível de interpretações mistas.

Por isso mesmo reforçamos a pergunta:

ONDE PÁRA A OPOSIÇÃO AO ACTUAL, HISTÓRICO E FUTURO PRESIDENTE DO SPORT LISBOA E BENFICA?…

Nota: as eleições do Benfica realizam-se no próximo dia 28 de Outubro, Sexta-feira.

Manuel Tinoco de Faria

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE