January 22, 2020

Real Madrid e Barcelona defrontam-se a partir das 17 horas deste sábado, num jogo a contar para a 9ª jornada da Liga Espanhola. O primeiro grande clássico da temporada promete grande espectáculo com destaque para o regresso de Luis Suárez, a previsível batalha a meio-campo e, claro está, mais um duelo entre Ronaldo e Messi.

 

O 7 dos merengues, que a propósito vai estrear as novas Nike Mercurial Superfly CR7 (consultar anúncio aqui), apresenta-se num momento de forma fulgurante. Depois de decidir o jogo de Portugal na Dinamarca e aproximar-se de Raúl com mais um golo na Champions, Ronaldo soma 15 golos no campeonato em apenas sete jogos realizados, os mesmos de Messi e Neymar… juntos (7+8). A poucos meses de sabermos quem vai vencer o Balon d’Or de 2014 a verdade é que é ele, indubitavelmente, o principal candidato! No entanto, é preciso lembrar que no campeonato a equipa de Carlo Ancelotti ocupa o 3º lugar, a 4 pontos do Barça. Os merengues vão aparecer no Bernabéu sem Gareth Bale, lesionado, e com Sergio Ramos em dúvida, pelo que deverão apresentar Isco no lugar do galês e Varane, se o internacional espanhol não recuperar.

 

A integração de Isco traz outra qualidade na posse e no reforço do meio-campo, mas a velocidade de Bale, que decidiu a edição do ano passado da Taça do Rei, seria um factor a ter em conta nos perigosíssimos contra-ataques da equipa da capital espanhola. No meio, Varane traz segurança, mas não tem a veia goleadora de Sergio Ramos.

 

Já os catalães vêm de uma vitória frente ao Ajax, por 3:1, onde Luis Enrique geriu o esforço do plantel na 2ª parte e fez a equipa passar por alguns problemas no último quarto de hora. Messi fez um golo e uma assistência, tem tido papel preponderante na organização ofensiva da equipa (7 assistências em 8 jogos na Liga), mas Neymar tem conseguido acompanhar (e superar) o ritmo do argentino, pelo menos no capítulo da finalização. A dupla tem mostrado grande entrosamento e… Luis Suárez está a chegar! O castigo do uruguaio termina precisamente este sábado e o treinador blaugrana já disse que o ia colocar em campo, como titular ou como suplente utilizado. Apesar de ter vindo a treinar nos últimos meses, parece-me óbvio que os índices físicos do avançado não estão a top para um jogo desta natureza, mas o talento não deve ser desperdiçado.

 

Luis Enrique deverá aproveitar a subida de forma de Xavi para o lançar como titular no meio-campo junto de Rakitic, Iniesta e Mascherano. O argentino deverá ganhar o lugar a Busquets, que se encontra tocado e em dúvida. Na defesa, Daniel Alves, Piqué, Mathieu e Jordi Alba devem formar o quarteto defensivo, com Bravo na baliza, ele que ainda não sofreu qualquer golo na competição e pode prolongar o recorde no relvado do Bernabéu.

 

O futebol mais rendilhado do Barça tem vindo a ter dificuldades perante a agressividade defensiva deste Real Madrid e de outras equipas com organização semelhante. Os processos simples de elementos como Modric e Kroos, fortíssimos no passe curto e longo, serão, com o apoio de Isco, os elos de construção que vão lançar James, Benzema e o rapidíssimo Cristiano Ronaldo, tornando o Real numa das melhores equipas de que há memória a jogar em contra-ataque. No entanto, a gestão de bola de Xavi pode ser crucial para tirar bola aos merengues e enervar o seu último reduto, onde Neymar, Messi e Suárez tentarão desequilibrar. O astro argentino tem com Luis Enrique um papel mais interventivo no jogo, chamando a si a atenção dos adversários para depois soltar a bola para colegas em melhor posição. Neste jogo, devemos ver Leo a pisar os terrenos de Modric e Kroos. Por fim, mas não menos importante, surgem as bolas paradas, cada vez mais decisivas no futebol actual. Mathieu, que marcou dois golos na época passada pelo Valência, será importante para ajudar Piqué a conter as torres merengues, uma equipa em média 3 centímetros mais alta que a congénere culé (181 cm para 178 cm).

 

Em suma, e ainda que o Real Madrid apareça mais pressionado que o Barcelona, pela diferença pontual, a verdade é que um clássico desta envergadura é sempre muito mais do que a conquista dos três pontos. Pela história, pela rivalidade, pelas ideologias e, claro está, pelos dois maiores craques do futebol mundial. Que se sintam inspirados pelos fantásticos momentos do vídeo abaixo e que nos dêem mais um clasico para recordar!

 

Real Madrid – Barcelona

Santiago Bernabéu

Sábado, 25 de Outubro, às 17horas

 

Equipas prováveis:

REAL MADRID: Casillas, Carvajal, Pepe, Sergio Ramos, Marcelo, Modric, Kroos, Isco, James, Cristiano Ronaldo e Benzema.

BARCELONA: Bravo, Dani Alves, Piqué, Mathieu, Alba, Mascherano, Rakitic, Xavi, Iniesta, Neymar e Messi.

 

André Miranda

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE