August 25, 2019

Enquanto todos nós tivemos a possibilidade de entrar no novo ano envolvidos numa névoa de champanhe, passas e escolhas musicais questionáveis, muitos profissionais da NFL não tiveram esse privilégio. Isto porque os playoffs estão aí e a caminhada para a Super Bowl já começou.

Denver Broncos, New England Patriots, Seattle Seahawks e Carolina Panthers (que surpreenderam toda a liga – e este fã babado que vos escreve – com uma recuperação épica depois do costumeiro começo molengão) estão isentos da primeira ronda dos playoffs, fruto de terem terminado nos primeiros dois lugares das suas conferências.

As restantes equipas da NFL que conseguiram o privilégio de chegar à postseason foram recompensadas com um reveillon recheado de estudo de filmes das defesas e ataques adversários e treinos intensos. Quem se terá preparado melhor e quem são os favoritos a avançar na competição? Olhemos para cada um dos quatro emocionantes jogos que nos esperam este fim-de-semana:

Kansas City Chiefs @ Indianapolis Colts

Sim, é verdade que os Chiefs têm uma defesa muito, muito, muito melhor que os Colts. Sim, é verdade que são treinados por Andy Reid, que durante o seu escaldante começo à frente da equipa de Kansas City se assumiu como um dos favoritos a Treinador do Ano. Sim, é verdade que os Colts são uma equipa intensamente esquizofrénica, que é quase impossível saber o que deles podemos esperar de jogo para jogo. Mas eu continuo a achar que os Colts vão sair vencedores deste embate. Porque a defesa dos Colts continua tremida mas tem melhorado muito. Porque têm a vantagem de jogar em casa. E, acima de tudo, porque os jogos dos playoffs tendem a ser, pela sua própria natureza, mais renhidos e decididos por detalhes. Tradução: decididos pelos quarterbacks. E, aí, a diferença é gigante entre Andrew Luck e Alex Smith. O ataque dos Chiefs é (excessivamente/totalmente) dependente da excelência de Jamaal Charles e com a pressão dos playoffs em cima, penso que o incrível talento de Luck vai superar todas as outras contingências e levar os Colts à segunda ronda.

Favorito: Indianapolis Colts

New Orleans Saints @ Philadelphia Eagles

A história de Chip Kelly é incrivelmente sedutora. O treinador universitário com fama de prodígio ofensivo chegou à NFL com a missão de transformar os Philadelphia Eagles na mais dominadora máquina de marcar pontos na história da liga. Acabou por não ser bem assim, com a sua permissiva defesa a anular toda a produção ofensiva dos Eagles nas primeiras jornadas. Mas o estreante treinador soube mudar e adaptar-se. Mudou de quarterback (de um Michael Vick em declínio para um Nick Foles incandescente), consolidou a sua defesa e arrastou os Eagles para uma presença dos playoffs. Infelizmente para os devotos fãs de Philadelphia, é muito provável que o sonho se fique por aqui. Os Saints de Drew Brees são simplesmente uma muito melhor equipa, com mais armas ofensivas e um quarterback com experiência de vitória ao mais alto nível. A vantagem casa poderá ajudar os Eagles a tornar o jogo competitivo, mas se o jogo der em festival ofensivo (como é esperado), então simplesmente não tenho coragem de votar contra o Drew Brees.

Favorito: New Orleans Saints

 

San Diego Chargers @ Cincinnati Bengals

Provavelmente o duelo mais fraco de toda a primeira ronda, mas não quer isto dizer que não tenha, ainda assim, várias interessantes narrativas à sua volta. Poderá esta ser uma postseason de redenção para Phillip Rivers, de quem se falou que podia estar acabado e acabou por ter uma das mais ridiculamente eficientes temporadas de sempre? Ou irá Andy Dalton crescer com o momento e não fazer tanto dos disparates nervosos pelo quais já é famoso (infame?) na NFL? E que impacto terá o desempenho do quarterback dos Bengals no potencial jogo de gigante que todos os Chargers temem por parte de A. J. Green? Em última instância, a muito superior defesa dos Bengals deverá impor o seu físico perante os Chargers, enquanto que a muito fraca defesa dos Chargers deverá fazer pouco para intimidar a linha ofensiva de Cincinnati. De todos os encontros da primeira ronda destes playoffs, este é aquele que apresenta o maior potencial para tareia. Só um jogo sobre-humano de Rivers poderá dar alguma esperança à equipa de San Diego. Será pouco provável, mas só um louco vaticinaria que será impossível.

Favorito: Cincinnati Bengals

 

San Francisco 49ers @ Green Bay Packers

Este é interessante. Por um lado, os 49ers são uma equipa bem melhor defensivamente, não só pelo seu próprio mérito mas também pelo facto dos Packers não poderem contar com o seu melhor talento na linha defensiva, o demolidor linebacker Clay Matthews. Por outro, San Francisco tem um ataque muito inconstante, principalmente nos dias em que Colin Kaepernick não está inspirado. É nesse lado da bola que os Packers reservam as suas maiores esperanças de um upset, dado que Aaron Rodgers regressou da sua lesão e mostrou, no jogo decisivo contra os Chicago Bears, que continua a ser, muito possivelmente, o melhor e mais talentoso quarterback em toda a NFL. Apesar da diferença considerável de registo entre as duas equipas, com vantagem para os 49ers, os Packers têm a vantagem casa, fruto de terem terminado em primeiro na sua divisão, enquanto que os homens de San Francisco se tiveram de contentar com o segundo lugar atrás dos Seahawks. Um jogo que deverá ser muito renhido, mas em que a (leve, muito leve) vantagem continua a pertencer aos 49ers.

Favorito: San Francisco 49ers

Pedro Quedas

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE