December 7, 2019

 

Caros leitores,

 

Depois de uma derrota em Vila do Conde, devido à má leitura de jogo do Treinador, lá conseguimos conquistar os 3 pontos.

 

No passado sábado houve alguém que se destacou, alguém que já tinha mencionado como sendo a melhor contratação desta temporada. Para quem não leu, Filipe Chaby apresentou-se como um maestro no campo fazendo um enorme jogo eliminando completamente o Marítimo.

 

Quanto ao jogo em si, não sei se por se aproximar a eliminatória da Liga Europa ou por outro motivo que desconheço, este Marítimo não parece ser aquele Marítimo que nos tem habituado, um clube “europeu”. Diga-se que não foi só mérito do Belenenses, mas ajudou o facto de a equipa mostrar um futebol muito diferente do apresentado em Vila do Conde.

 

Importa não esquecer que é o oitavo jogo oficial de Domingos Paciência nos comandos do Belenenses e a sua segunda vitória, sendo que tem 5 derrotas e 1 empate…

 

Quanto aos jogadores que jogaram deixo a minha leitura:

 

– Muriel Becker – Mais um jogo seguro, tendo já perto do fim do jogo ter feito uma mancha importante ao jogador do Marítimo

– Florent Hanin – Mais um jogo seguro, manteve a sua característica ofensiva, mas não apareceu tanto porque os ataques foram maioritariamente feitos pelo lado direito

– Gonçalo Silva – Um jogo com menos trabalho, uma vez que o Marítimo pouco fez

– Vincent Sasso – Tal como o Gonçalo Silva correspondeu quando foi necessário

– Nuno Tomás – Depois de ter desviado de forma infeliz o golo do Rio Ave para a nossa baliza, foi feliz e marcou o golo da vitória. Como disse na semana passada tem tudo para crescer, são os primeiros jogos, está a adaptar-se à Liga NOS e aos seus colegas, mas tem cumprido com o que lhe é pedido

 

 

– Diogo Viana – Mais um excelente jogo do Diogo, combinações perfeitas com o Chaby, demonstrou mais uma vez uma disponibilidade física acima da média e está de pedra e cal no onze titular

– Yebda – Com o Tandjigora ao seu lado com muito mais disponibilidade física, o Yebda impôs a sua experiência e bom toque de bola sendo um bom complemento ao seu companheiro ficando mais fixo

– Merlin Tandjigora – Com o Yebda mais fixo, o Tandji tem maior liberdade para aparecer na frente e fez mais uma belíssimo jogo

Filipe Chaby* – Para mim o melhor em campo, a bola no pé do Chaby é tratada de outra maneira, com classe. Aquele pé esquerdo é de craque e foi desse pé que saiu o cruzamento para o único golo do jogo

 

 

– Roni – Ainda pouco entrosado com a equipa fez um jogo modesto, poucas bolas passaram por ele

– Maurides – Bom jogo, teve duas oportunidades para marcar, mas o Guarda Redes do Marítimo esteve muito bem a negar-lhe. Espero que o rendimento cresça, porque pelo poderio físico que apresenta, poucos são os centrais que lhe poderão ganhar bolas

– André Sousa – Entrou para substituir um apagado Roni e a equipa começou a ir mais para o lado esquerdo, tem uma disponibilidade física e uma entrega que poucos têm

– Bruno Pereirinha – Entrou para substituir um Diogo Viana que muito batalhou e correu, não tendo acrescentado nada de novo ao jogo

– Balogun – Entrou a 3 minutos do fim para o público do Restelo aplaudir de pé o Chaby, pouco mais acrescentou

 

O próximo jogo será contra o actual Campeão Nacional no seu estádio, não será um jogo fácil, mas temos obrigação de fazer um bom jogo e conseguir um bom resultado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hugo Morgado

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE