December 15, 2017

 

Caros leitores,

 

Parece que os Pastéis de Belém perderam o açúcar e estão cada vez mais amargos, a culpa ao que parece é do cozinheiro e pelos vistos não tenciona mudar a receita…

 

 

Em relação ao jogo com o Aves de certa forma discordo com o que disse o Treinador, uma vez que penso que foi um jogo equilibrado e não fomos tão superiores como ele disse. Melhorámos nas oportunidades a partir do minuto 62 aquando da entrada do Tiago Caeiro, uma vez que os defesas centrais tinham uma referência na área que teriam de estar atentos permitindo libertar outros jogadores, como é o caso desta jogada onde ele prende 2 defesas e liberta o Chaby que falha o lance.

 

 

Ir jogar com o Desportivo das Aves, depois de fazer uma conferência de imprensa a dizer que ia para ganhar e apresentar um meio campo com dois médios defensivos é… até me faltam as palavras! Deixo um conselho ao Domingos, uma vez que o melhor marcador do Belenenses é um defesa central, o melhor é pô-lo a Ponta de Lança visto ser o único capaz de marcar golos no clube!

 

Quanto aos jogadores que jogaram deixo a minha leitura:

 

– Muriel Becker – Fez um jogo relativamente tranquilo, sofreu dois golos é verdade, mas continuo a achar que é uma das melhores contratações do Belenenses esta época

– Florent Hanin – Um jogo um pouco mais discreto do que nos habituou. No primeiro golo foi apanhado em contra pé pelo Salvador Agra e nada poderia fazer

– Gonçalo Silva – Não houve nenhum lance que pudesse comprometer a sua exibição

– Nuno Tomás – O central goleador, tem crescido e está a ganhar o seu espaço a pouco e pouco

– André Geraldes – Fez um jogo discreto

– Bakary Saré – Foi uma estreia para esquecer, lento a correr, lento a processar o jogo, não acrescentou nada ao jogo

– Yebda – Continua a ser capaz do melhor e do pior, tínhamos melhor no banco para ser titular…

– Merlin Tandjigora – O Tandji é de todos o que vem mantendo o mesmo nível, tentou o golo no inicio do jogo e apareceu onde era preciso

– Filipe Chaby – É um enorme jogador, não me canso de o dizer, esteve uns furos abaixo e tem um falhanço clamoroso no minuto 88 do jogo

– Diogo Viana – É dos que mais batalha no campo, sempre disposto a fazer mais um sprint. Tentou marcar, mas o Quim não deixou

– Maurides – É um Ponta de Lança que precisa de apoio e esse apoio foi inexistente até ao minuto 62 com a entrada do Tiago Caeiro, a partir daí apareceu mais solto. Tem um falhanço incrível com a baliza aberta…

Tiago Caeiro* – Para mim o ponto positivo do jogo e que veio mexer com a equipa, finalmente o Domingos viu o que não tem visto nos últimos jogos. Importunou a defesa e tal como disse em cima é evidente isso no lance em que o Chaby falha o golo sozinho

– Benny – Teve bons apontamentos, precisa de minutos de jogo e penso que pode vir a ser um jogador importante mais para a frente do campeonato

– André Sousa – Continuo a não perceber como se coloca o Yebda e se deixa o André no banco, nos poucos minutos que teve em campo quase marcava de longe

 

Aguardamos serenamente por ver o que irá acontecer, mas penso que neste momento o Domingos está no fundo do poço e cada vez mais sozinho. O próximo jogo em casa poderá ditar o futuro dele. Importa referir que, e já sabem que eu dou valor aos factos e números, a percentagem de vitória em comparação com um treinador que já era mau e por isso foi embora é bastante menor, se não vejamos:

 

Quim Machado – 27 Jogos realizados, 7 vitórias, 8 empates e 12 derrotas o que faz com que tenha 25,93% de vitórias, 29,63% de empates e 44,44% de derrotas

 

 

Domingos Paciência – 11 Jogos realizados, 2 vitórias, 2 empates e 7 derrotas o que faz com que tenha 18,18% de vitórias, 18,18% de empates e 63,64% de derrotas, o que para um clube como o Belenenses parece-me inadmissível.

 

 

 

 

 

Hugo Morgado

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE