August 25, 2019

E aqui estamos. Todas as potenciais surpresas foram eliminadas, todas as expectativas românticas de se ver um clube pequeno a rivalizar entre os grandes foram cruelmente destruídas. Depois de 19 semanas de futebol, chegámos às duas finais de conferência e os quatro clubes que restam são os mesmos que eram considerados favoritos antes da época começar. Quer isto dizer que a NFL é um campeonato aborrecido e previsível ou antes que a justiça imperou e a Super Bowl só está ao alcance dos melhores?

Na verdade, o que tudo isto quer dizer é que vamos ter uma final com duas equipas do mais alto calibre. Mas ainda falta mais um passo importante a passar antes de chegarmos a essas conversas. Faltam duas grandes lutas para serem travadas. Vamos então ver o que podemos esperar destes dois jogos:

 

San Francisco 49ers @ Seattle Seahawks

O domingo de futebol americano começa com o duelo das defesas. Não quer isto dizer que ambas as equipas não tenham ataques com potencial para serem devastadores. Mas são ambos inconstantes. De um lado, Russell Wilson, apesar de todo o talento que tem, vê-se por vezes com falta de talento à sua volta – especialmente se o receiver Percy Harvin se confirmar lesionado. Do outro lado, temos Colin Kaepernick, outro talentoso quarterback que, apesar de ter melhores receivers, é mais inconsistente. Portanto, ambas as equipas têm bons (mas não óptimos) ataques. Mas querem saber uma coisa? Isso interessa verdadeiramente muito pouco. Este jogo, tal como se previu para o anterior encontro dos 49ers contra os Panthers, vai ser uma batalha entre as linhas, uma guerra nas trincheiras. Ambas as equipas são incríveis numa das vertentes da defesa e pelo menos muito boas na outra – os 49ers são incríveis a impedir o running game enquanto que os Seahawks são historicamente geniais a defender o passe. Portanto, como prever quem vai ganhar um encontro que se antecipa tão equilibrado? Com o único factor que nos resta, a vantagem casa, que, se já é importante para a maioria das equipas, é muito mais ainda para a equipa de Seattle, que é considerada uma das melhores equipas de sempre a jogar no seu terreno, uma distinção que já tem há alguns largos anos. Os fãs dos Seahawks são conhecidos como o “12th Man”. Muita da esperança de Seattle de chegar à tão cobiçada Super Bowl poderá mesmo estar nas suas mãos.

Favorito: Seattle Seahawks

 

New England Patriots @ Denver Broncos

Se o primeiro jogo vai ser um encontro entre rivais fervorosos e que se espera cheio de emoção, nada se pode comparar com o que vai acontecer entre os Patriots e os Broncos. “Manning/Brady XV”. Sim, estes dois quarterbacks lendários vão-se defrontar pela 15ª vez, num encontro que poderá ter consequências sérias no legado de ambos. De um lado, temos o game manager Tom Brady, um quarterback frio e calculista que se orgulha em praticar um futebol sem erros e que explora meticulosamente qualquer falha que a defesa adversária exponha. Do outro, o talento explosivo de Peyton Manning, um veterano que, mesmo aos 37 anos, continua a praticar um estilo incrivelmente acelerado com decisões tomadas a um ritmo frenético que dificulta seriamente qualquer espécie de plano defensivo que se possa ter à partida. Curiosamente, um dos aspectos mais interessantes deste jogo é que o factor X poderá ser mesmo o genial treinador dos Patriots, Bill Belichick. Perante a lesão grave do seu tight end Rob Gronkowski, o ponto focal de todo o ataque de New England, o treinador dos Patriots mudou todo o seu ataque e focou-se no running game, destruindo os Colts por completo. Mas os Broncos não são os Colts. Será que Belichick vai conseguir remodelar novamente o seu estilo de jogo e vencer a equipa de Denver com a sua estratégia? Ou teremos “apenas” mais um confronto épico entre dois dos melhores quarterbacks de sempre? Seja de que forma for, esta final de conferência promete ser absolutamente imperdível.

Favorito: Denver Broncos

Pedro Quedas

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE