September 19, 2019

 

De entre as 1001 clássicas frases feitas do futebol português, o título desta prosa é, porventura, a que mais me causa irritação e provavelmente, também, a que melhor resume a mentalidade reinante.

 

Sempre acreditei que as principais ligas de futebol são um espelho fiel da sociedade de cada país (pensem lá nisso com carinho). No nosso caso, como não podia deixar de ser, o futebol imita a vida. Vivemos num país onde a maioria das pessoas tem dificuldade em ver mérito no sucesso dos outros. Se alguém é bem-sucedido é, certamente, porque “conhece as pessoas certas”, “subiu na horizontal” ou “encheu os bolsos a alguém”. Não quer dizer que isto não aconteça – acontece e muito. Mas não é sempre assim, não pode ser. Há talento, há trabalho, há mérito.

 

Existe, desde bem cedo, uma obsessão por comparar notas (do secundário à faculdade) ou por saber quanto é que ganhas. Sim, porque o gajo que te pergunta quer sentir-se indignado – afinal de contas sai sempre meia hora depois de ti, mesmo não produzindo rigorosamente nada.

 

Assim é no futebol, hoje com o Benfica, noutras alturas com outros clubes. Até, pasme-se, com o eterno injustiçado Sporting. Numa das últimas ocasiões em que foi campeão (sim, já aconteceu), não se livrou das críticas dos rivais num campeonato onde jornada sim, jornada não (e foram 34), teve uma grande penalidade a seu favor. Se houve algumas duvidosas? Houve pois. Se foi um justo campeão? Foi pois. Como são quase sempre todos os campeões (salvo durante a Idade das Trevas do futebol português, claro. Olá miúdos dos anos 80).

 

Não há registos imaculados nesta matéria. Todos os clubes já vieram com esta lengalenga, ainda que uns (muito) mais do que outros. Reconhecer mérito no trabalho dos outros devia ser a norma e não a excepção. A incapacidade de aceitar que não se ganha porque os outros são melhores, ou porque estamos a fazer tudo errado, é sinónimo de cobardia e, acima de tudo, incompetência.

 

Ninguém joga contra tudo e contra todos, meninos. E vale bojardas.

 

Ivo Gonçalves

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE