August 25, 2019

Numa semana mais uma vez ensombrada por mais farpas cruzadas entre todos os envolvidos nos desprezíveis casos de violência doméstica protagonizados por Ray Rice e Adrian Peterson, decidi que esta primeira frase fosse a única dedicada a este tenebroso assunto sobre o qual já discorri o suficiente. Esta foi também uma semana em que se praticou muito excelente futebol e que marcou uma batalha que teimava em não acontecer.

 

Rodgers vence primeiro duelo contra Brady

Acreditem ou não, o encontro desta jornada entre os Green Bay Packers e os New England Patriots marcou o primeiro duelo entre Aaron Rodgers e Tom Brady, duas lendas vivas da NFL. A antecipação era elevada e as estrelas não desapontaram. Foi uma luta feroz entre duas equipas que essencialmente fazem tudo bem, com rushing games musculados a chocarem contra linhas defensivas de betão, passes arriscados a voarem por entre o pouco espaço permitido pelos atléticos e inteligentíssimos cornerbacks. No fim, com 368 passing yards e 2 touchdowns, foi Rodgers que saiu vencedor, empurrando os Packers para uma vitória por 26-21. Para além da batalha antecipada entre os dois quarterbacks, este encontro teve o interesse adicional de poder muito bem ser uma previsão do Super Bowl deste ano. Os Packers e os Patriots são os principais favoritos a saírem da NFC e AFC, respectivamente, nos playoffs e lutarem, por uma última vez, no palco mais mediático do desporto global.

 

A absurdidade de J.  J. Watt

Neste fim-de-semana, os Houston Texans destruíram os Tennessee Titans por 45-21, num jogo em que o seu (muitas vezes criticado) quarterback, Ryan Fitzpatrick, registou os impressionantes números de 358 passing yards e 6 touchdowns. Foi acompanhado pelo wide receiver DeAndre Hopkins, que contabilizou 9 catches para 238 yards e 2 touchdowns. Mas o grande destaque deste jogo foi, novamente, J. J. Watt. O líder inquestionável da corrida ao Jogador Defensivo do Ano (só neste jogo fez mais dois sacks ao quarterback adversário) continua a somar conquistas no jogo ofensivo. Com mais uma recepção na end zone, a estrela defensiva conta já com 5 touchdowns nesta temporada e está a cimentar a sua candidatura a MVP da temporada. Este prémio poderá fugir-lhe devido ao registo menos que brilhante dos Texans como equipa, mas é inegável que não há nenhum outro talento na liga tão multifacetado como Watt. Por outro lado, mais nenhum outro jogador é um cyborg.

 

É só mais um dia mau…

Hoje vamos destacar brevemente os maus dias de alguns jogadores na última jornada. Começamos com o tight end Coby Fleener a deixar, inexplicavelmente, um touchdown fácil escapar-lhe por entre as mãos…

… passamos pelo pobre desgraçado que teve de defender o wide receiver Mike Evans o jogo inteiro…

… e terminamos com Tom Brady a resumir eloquentemente os seus pensamentos quanto à derrota frente aos Packers.

 

Resultados da 13ª Semana:

Chicago Bears – 17 X 34 – DETROIT LIONS

PHILADELPHIA EAGLES – 33 X 10 – Dallas Cowboys

SEATTLE SEAHAWKS – 19 X 3 – San Francisco 49ers

Carolina Panthers – 13 X 31 – MINNESOTA VIKINGS

Washington Redskins – 27 X 49 – INDIANAPOLIS COLTS

Tennessee Titans – 21 X 45 – HOUSTON TEXANS

Cleveland Browns – 10 X 26 – BUFFALO BILLS

SAN DIEGO CHARGERS – 34 X 33 – Baltimore Ravens

New York Giants – 24 X 25 – JACKSONVILLE JAGUARS

CINCINNATI BENGALS – 14 X 13 – Tampa Bay Buccaneers

Oakland Raiders – 0 X 52 – SAINT LOUIS RAMS

NEW ORLEANS SAINTS – 35 X 32 – Pittsburgh Steelers

Arizona Cardinals – 18 X 29 – ATLANTA FALCONS

New England Patriots – 21 X 26 – GREEN BAY PACKERS

DENVER BRONCOS – 29 X 16 – Kansas City Chiefs

MIAMI DOLPHINS – 16 X 13 – New York Jets

 

Nota: as equipas que jogam em casa estão à direita, tal como é apresentado nos sites de desporto norte-americanos.

 

Pedro Quedas

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE