December 7, 2019

Que o Português é um gajo saudosista, já estamos medalhados de saber. Que o Português gosta da sua ‘casinha’ como poucos, é certo e sabido. Agora… isto de andar a ganhar coisas por aqui e por ali e mandar postas tais como

yR5edPG

ou

tm

é, no mínimo, curioso.

Imaginem o Henriques, esse Conquistador, a malhar nos Espanhóis e a exclamar em excelente Português arcaico: “Cá estou eu, daqui ninguém me tira pá!”. Esse sim, tinha bons motivos. Dizer Eu Estou Aqui, numa altura complicada de disputa territorial, impunha-se.

Mais tarde, um tal de Sebas, esse Desejado, bem que poderia gritar “Ó para mim, aqui plantado. Cheguei rapaziada, e adoro isto!” que não lhe serviria de muito. Levou umas boas marretadas que se lixou. Hoje, o Português ainda sonha com o seu regresso anunciado, num cavalo branco (não queremos ser excessivamente meta e vamos deixar a cena do cavalo ser branco passar… embora deixemos um recadinho para os mais incautos) e, aí sim, perdão, aqui Sim, poderia soltar um sonoro

EU ESTOU AQUI DASS!

e teríamos festa durante uma semana, com o Marcelo aos saltos lá no meio. Sim. Republicanos incluídos. Afinal, se Um Está por Todos (Cristiano + Telma = 11M), soundbyte vendido durante o Campeonato da Europa que regenerou a nossa auto-estima, sempre alicerçada ao “quase”, “foi por pouco” ou “sacana do Francês”, faz sentido que Todos estejam por Um. E, de preferência, Aqui.

 

o EU ESTOU AQUI

Foi num play-off contra a Suécia, depois deles terem feito isto

pepsi ronaldo 1b

que Ronaldo ‘sacou’ a pérola do bolso. Cristiano amarrado a um carril, podia “estar aqui” mas não iria muito longe. Vai daí, perdão, daqui, quando facturou – fê-lo por 3 vezes – ‘deslargou’ um grito que perdura na memória de milhões e milhões de Portugueses. Quer estejam numa casa-de-banho pública, a jogar às escondidas ou numa reunião de trabalho, pouco ou nada sabe melhor do que soltar, sem pedir licença, um Eu Estou Aqui. Foi ali, perdão, aqui que tudo começou.

 

De onde vem exactamente o grito?

A. Raiva

B. Falta de atenção

C. Leves sintomas de Alzheimer (outros gritos incluirão “Eu Sou…“, “Eu Moro…” ou “Eu Gosto de…“)

D. Todas as anteriores

 

Nós fechamos a hipótese A mas cuidado com a C que pode ser perigosa. Talvez Cristiano precise de refrescar a memória de vez em quando. “Cristiano, filho, onde tens a cabeça?”. O Eu Estou Aqui responde e muito bem a essa questão. Acompanhado por linguagem gestual? Melhor ainda. Assim ninguém esquece nada.

 

Vantagens da utilização do EU ESTOU AQUI

Dá para ‘ganhar pontos’ na caridade e na relação fraterna:

Kátia Aveiro: “Mano, emprestas-me dinheiro?”

Cristiano: Eu Estou Aqui.

Reforçar laços de amizade:

Badr Hari: Já chegaste? Podemos ir apanhar uma chiba?

Cristiano: Eu Estou Aqui.

Reforçar lagos de amizade 2:

Pepe: Hoje joguei merrda Cris…

Cristiano: Eu Estou Aqui. (seguido de um silencioso “Não te preocupes”)

Desbloquear conversa num elevador ou numa fila para ‘picar o gelo’

Silva: Nunca mais…

Costa: É verdade.

Cristiano: Eu Estou Aqui.

Cantarolar Shakira

Activar a geolocalização no celular

android-gps

Enfim, dá para quase tudo na vida. Tudo aquilo que é útil – ou nem tanto – poderá ser resumido com uma das frases da vida de Cristiano Ronaldo.

A nosso ver, só há um problema com esta frase: é inútil para ajudar turistas e é um bocado desprovida de espírito de equipa. Sim, Cristiano esteve lá. Mas se não fosse Hugo Almeida (nunca é demais reforçar), não estaria da mesma forma. Portanto, o Super Puto teve boleia. À atenção. São estes pequenos pormenores que fazem toda a diferença!

 

o EU VIM PARA FICAR

É formalmente mais ‘compostinho’ – tem 2 conjugações verbais, uma no Pretérito Perfeito e outra no Infinitivo -, saltam o advérbio e substantivo masculino e entra o clássico ‘Para Ficar’. Tem o seu quê de escorregadio este ‘dizer’. Primeiramente, Telma de certeza que não vai ficar no Rio.

Acho que podemos concordar que a atleta Portuguesa não faz tenções, num futuro próximo, de se mudar de malas e tatames para o Brazil. Não é que ela nos queira enganar só que a frase é provida de uma dupla interpretação sinuosa, que pode enganar quem esteja a ouvir. Há ainda outro problema em termos de leitura, que se prende com o significado do verbo ficar em Português do Brasil: será Telma Monteiro uma marota e ninguém deu por nada?! Mais uma vez, a judoca está inocente. A culpa é de quem?

Da Lusofonia, claro está.

 

De onde vem exactamente o grito?

A. Raiva

B. A atleta está farta de estar no mesmo sítio

C. Telma auto-convidou-se sem pedir licença

D. Todas as anteriores

 

Se pensou A, parabéns, está correcto.

Se ainda considerou levemente a C, não se preocupe, porque Telma é uma Campeã à antiga. Se ela quiser aparecer, ninguém tem nada a ver com isso. ‘Isto não é da Joana’. Mas pode perfeitamente ser da Telma.

 

Vantagens da utilização do EU VIM PARA FICAR

Dá para um recém-condenado à prisão fazer graçolas:

Guarda prisionalMais um, não é verdade…

Preso #013242: Eu Vim para Ficar… (agora os presos não podem ter sentido de humor, é?!)

Dá para chatear a mulher:

ElaQuerido, vamos embora, já se faz tarde…

EleBah! Eu Vim Para Ficar.

Dá para revelar imensa confiança numa entrevista de trabalho. Porém, cuidado com as inconveniências:

EntrevistadorDiga-nos lá quais são os seus pontos fortes, por favor.

EntrevistadoEu Vim Para Ficar.

Dá para cantarolar Piruka

Dá para um ditador se armar em mauzinho:

Ditador sanguinárioEu Vim Para Ficar!

Dá para um político copiar o ditador, de forma extremamente populista:

Político populistaQuero devolver o nosso país ao caminho do sucesso. Eu Vim Para Ficar!

Dá para um hipocondríaco ser muito chato com um médico:

MédicoÉ a 108ª esta semana Adalberto… não se passa nada consigo!

HipocondríacoEu Vim Para Ficar!

 

Enfim, toda uma miríade de situações extra-Desportivas onde quer o EU ESTOU AQUI quer o EU VIM PARA FICAR podem – e devem – ser aplicadas.

Há ainda o mix, só ao alcance dos predestinados, que poderia ser

EU ESTOU PARA FICAR

ou

EU VIM AQUI

que, embora não soe tão bem, também disfarça.

Parabéns Cristiano. Parabéns Telma.

 

Eu. Eu… eu… eu…

Cenas.

 

Manuel Tinoco de Faria

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE