December 8, 2019

Podemos expulsar a letargia, esticar os braços e acolher o sol de primavera antecipada. A verdadeira época da NBA está a começar… finalmente. O verdadeiro interesse competitivo e os níveis de intensidade só agora começam a subir.

 

Em Golden State a equipa esta a recuperar do soco no estômago, que foi a lesão de Kevin Durant. É um duro golpe, que cria diversas realidades paralelas, sendo que todas exigem solução imediata. A aposta em Kevin Durant foi com o título imediato em mente, mas o preço a pagar foi alto. Sem “KD” os Warriors muito dificilmente conseguem ser campeões, aliás será complicado chegar à final da NBA. Não vamos minimizar esta lesão, uma entorse no joelho com danos no ligamento lateral interno dificilmente se recupera em dois meses. Voltar ao nível máximo, para competir nos playoffs no Oeste vai ser complicado, agora teremos de exigir mais de Steph Curry. Não sendo um líder “Alpha” ele vai ter de guiar a equipa de uma forma que ainda não vimos. O seu líder emocional é Draymond Green, mas por vezes coloca a equipa em risco, assim como o fez na final da temporada passada. Será importante não perderem o primeiro lugar no Oeste, mas os San Antonio Spurs estão absolutamente dominadores e com personalidade ganhadora definida. Não seria uma surpresa, se os Spurs chegassem à Final da NBA.

 

Na conferência de Este é tudo mais simples, os Cleveland Cavaliers tem o primeiro lugar garantido. Nem todas com todas as estrelas juntas das restantes 7 equipas em posição de playoff tem a capacidade de mudar essa realidade. Os Cavaliers vão chegar à Final mais uma vez, porque o nível competitivo do Este é claramente inferior. Os Celtics não têm experiência para ameaçar os campeões, em Washington reside uma equipa que é capaz do melhor mas também do pior e os Raptors não tem mentalidade ganhadora. Em teoria tudo é possível, mas na realidade não é assim. Os campeões não são perfeitos, o seu jogo interior é extremamente limitado, Lebron James esta a jogar demasiado minutos algo que poderá pesar nos playoffs. A lesão de Kevin Love vai trazer problemas nos momentos decisivos, mas apenas na Final.

 

A Corrida para MVP da época regular está interessante, sem dúvida; mas será que temos de repensar os parâmetros de atribuição do prémio? Os números são suficiente ou queremos algo mais? Neste momento, James Harden do Rockets parece estar encaminhado para a vitória, mas com 376 turnovers estabeleceu novo recorde negativo. Claro que é resultado de ter a bola nas mãos por mais de 60% do tempo de jogo. Defensivamente a sua intensidade aumentou, mas ainda não é foco da sua atenção. Tem feito números impressionantes e a equipa esta a ganhar jogos, será que merece ser o MVP?

 

Russel Westbrook é o jogador mais intenso da NBA. Tem sido dominador, está perto de completar um época regular histórica… em termos estatísticos. Têm um desejo competitivo poucas vezes visto nos últimos 35 anos na NBA, mas esse poderá ser ao mesmo tempo o seu grande inimigo. Quando queremos vencer a todo o custo, esse mesmo desejo pode toldar o nosso discernimento. Neste momento a sua equipa faz parte dos espectadores, estarrecidos e pasmados com as performances do seu capitão, mas a ver de fora. Sou um fã da sua intensidade e desejo, mas sem incluir o restante elenco será um monólogo aclamado por muitos mas incompreendido pela maioria. Também ele já estabeleceu novo recorde negativo com turnovers. A equipa esta a luta para ficar na corrida para os playoffs, será que merece o prémio?

 

 

Kawhi Leonard esta a fazer a sua melhor época em termos ofensivos. Não só continua a ser um defensor implacável, como é ameaça no ataque. Sim, está nos Spurs, e ganhar ali é hábito: 18 épocas consecutivas com mais de 50 vitórias. A forma tranquila e eficaz como marca mais de 30 pontos, assim como defensivamente ofusca os adversários é impressionante. O MVP fica lhe bem?

 

Temos agora um lugar comum, Lebron James. É o melhor jogador da NBA, mesmo que não lhe seja atribuído o MVP todos os anos, isso é irrefutável. Um pouco como nomear Meryl Streep todos os anos para os Óscares, sabemos que é a melhor de todas. Lebron James esta a fazer uma excelente temporada, mesmo estando em primeiro e a descansar em demasiados jogos. Merece vencer porque é o melhor?

 

Na vossa opinião temos mais candidatos a MVP?

 

Fadeaway8 out!!!

 

Carlos Dias

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE