August 17, 2018

 

A NFL divulgou esta madrugada o calendário para a temporada 2017 e vamos aqui analisá-lo da melhor maneira possível, dado o facto de estarmos ainda em Abril e faltarem ainda cerca de 5 meses para a abertura da época regular.

 

Antes de mais, e para quem não acompanha tão profundamente esta modalidade, a época regular da NFL é composta por 17 semanas e cada equipa faz 16 jogos, tendo uma semana de descanso, que tanto pode ser no começo da época como no fim (normalmente as semanas de descanso são entre a semana 4 e a semana 12 da temporada, sendo que este ano os descansos começam na semana 5 e acabam na semana 11).

 

Assinalar também o facto de não jogarem em sistema de todos contra todos, pela dureza do desporto seria impraticável. Sendo assim a liga tem um sistema para definir os adversários de cada equipa ao longo da época, que assenta numa rotatividade entre as divisões que se confrontam. Cada equipa joga contra as outras equipas da sua divisão (num total de 6 jogos, 3 em casa e 3 fora), defronta as 4 equipas de outra divisão da mesma conferência, mais 4 jogos contra equipas de uma divisão da conferência oposta e ainda dois jogos contra equipas da mesma conferência que se classificaram na mesma posição nas divisões contra as quais não jogam nessa temporada.

 

Tomemos por exemplo o calendário dos New England Patriots (por serem os actuais campeões): jogam contra Miami Dolphins, Buffalo Bills e NY Jets (as equipas da mesma divisão) em casa e fora; a divisão da mesma conferência que vão enfrentar este ano é a AFC Oeste,que inclui Kansas City Chiefs, Denver Broncos, Oakland Raiders e Los Angeles Chargers; enfrentam ainda a NFC Sul, composta por Atlanta Falcons, Carolina Panthers, New Orleans Saints e Tampa Bay Buccaneers; para completar jogam contra os vencedores da AFC Norte (Pittsburgh Steelers) e AFC Sul (Houston Texans), visto que os Patriots ficaram no primeiro lugar da sua divisão na última temporada.

 

Esperando que esta explicação não tenha ficado demasiado confusa, entremos no calendário de 2017 propriamente dito. Os acontecimentos que geram mais expectativa são o jogo de abertura e quem joga no Dia de Acção de Graças. Assim, a abertura será no dia 7 de Setembro, em Foxborough, com os Patriots a receberem os Kansas City Chiefs. Existia a possibilidade de abrir as hostilidades com a repetição do Super Bowl, mas Atlanta vai estrear um estádio novo na segunda semana (ao receberem os Green Bay Packers) e a liga não quis colocar os Falcons duas semanas seguidas em horário nobre. Destacam-se nesta primeira semana os jogos entre Packers e Seahawks e também o embate divisional entre Cowboys e Giants, que se enfrentam na primeira semana pelo terceiro ano consecutivo.

 

Passando à segunda semana, já referi a recepção de Atlanta a Green Bay, além de ser a inauguração do Mercedes-Benz Stadium para a NFL (o primeiro jogo no novo estádio vai pertencer aos Atlanta United, da MLS), nota para o primeiro jogo dos Chargers na sua nova casa, ao receberem os Miami Dolphins.

 

 

Terceira semana, primeiro jogo das International Series, este ano alargada a quatro jogos. Este primeiro jogo coloca frente a frente Jaguars e Ravens, no Estádio de Wembley, que receberá também o jogo da semana seguinte, entre Dolphins e Saints.

 

A quarta semana conta ainda com um sempre excitante Ravens x Steelers, uma rivalidade que nos tem oferecido sempre espectáculos de alta intensidade. Na semana 5, salta à vista um Cowboys x Packers. O último ficou assinalado por um pequeno milagre de Aaron Rodgers. Veremos o que este ano nos reserva. Saltamos a semana 6, a semana 7 é das mais apelativas deste ano. Vejamos: temos a aguardada repetição do Super Bowl, Patriots x Falcons, em horário nobre; no jogo de quinta-feira temos um apetecível Raiders x Chiefs; mais um jogo em Londres, desta vez em Twickenham, Rams x Cardinals, com a novidade de ser às 18h de Lisboa, contrariamente às habituais 14h30; e ainda um Steelers x Bengals que nos últimos tempos tem sido sempre de alta tensão.

 

Na semana 8 temos o último jogo em Londres, novamente em Twickenham, entre Browns e Vikings. Voltamos a saltar uma semana, a 9, e na semana 10 temos o jogo que muitos esperavam ver na final da NFC da temporada passada. Falcons e Cowboys jogam em Atlanta. Dez Bryant e Julio Jones prometem muito espectáculo. Na semana 11, dois destaques: Raiders x Patriots na Cidade do México e a recepção dos Seahawks aos Falcons, na reedição do jogo da época passada que fez correr muita tinta devido a uma decisão arbitral. Além destes, há um jogo nesta jornada que me desperta curiosidade, Packers x Ravens. Se a defesa de Baltimore voltar aos velhos tempos vai ser um grande jogo.

 

 

A semana 12 é outra das mais interessantes desta fase, por ser na semana de Acção de Graças. A quinta-feira inclui os já tradicionais jogos em Detroit (Lions x Vikings) e em Dallas (Cowboys x Chargers) e ainda um Redskins x Giants, a primeira vez que Washington recebe um jogo neste dia. Somam-se jogos bastante interessantes entre Raiders e Broncos e a reedição do Super Bowl XLV entre Steelers e Packers. Não há muito melhor que ver Roethlisberger contra Aaron Rodgers. Daqui até final, temos ainda a realçar Steelers x Patriots e Raiders x Cowboys na semana 15, Cowboys x Seahawks e Texans x Steelers na semana 16 (apesar do enorme ponto de interrogação na posição de quarterback em Houston) e vários confrontos divisionais na semana 17, que podem decidir os vencedores de divisões e ter grandes implicações nos playoffs, tais como Seahawks x Cardinals, Broncos x Chiefs ou Packers x Lions.

 

Estas são as notas principais do calendário da fase regular deste ano. Para terminar, mais duas breves notas, para constatar as dificuldades dos calendários de quem faz parte da AFC Oeste e da NFC Este, duas divisões fortes e que se vão enfrentar este ano. A outra nota é para dar conta das equipas que vão fazer 3 partidas seguidas fora de casa: Minnesota (Lions, Falcons e Panthers), Philadelphia (Seahawks, Rams e NY Giants), Atlanta (Patriots, Jets e Panthers), San Francisco (Cardinals, Colts e Redskins, no ano de estreia de Kyle Shanahan com treinador principal dos 49ers), New England (Bills, Dolphins e Steelers), Cincinnati (Jaguars, Titans e Broncos) e Denver (Chargers, Chiefs e Eagles). Pode-se incluir aqui os Miami Dolphins que têm dois jogos fora de portas (Chargers e Jets) antes de “receberem” os New Orleans Saints em Londres.

 

Com tudo dito por agora, preparem as vossas agendas!

 

Nuno Fernandes

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE