August 17, 2018

O domínio do futebol espanhol nas últimas épocas, tanto a nível de clubes como de selecções, tem sido extraordinário. A famosa academia de Masla é um viveiro de jovens talentos e até clubes tendencialmente gastadores como o Real Madrid começam a apostar (ou… a desacreditar menos) na prata da casa. Fora deste top, clubes financeiramente menos estáveis são obrigados a seguir este exemplo: formação, formação e mais formação.

 

Nota: esta lista inclui apenas jogadores até 21 anos; jogadores podem Não Ser espanhóis ’tá bom?!; ao contrário das habituais listas de top 10, esta terá apenas 9. Porquê? Porque sim.

 

#9 ALVARO VADILLO

Espanha, 18 anos, Bétis de Sevilha

Extremo

Estreou-se com 16 anos e começou logo a dar cartas. No estilo é ligeiramente parecido com Cristiano Ronaldo. Tem sido frequentemente assediado por clubes ingleses mas o Bétis insiste que a pérola é para manter. Vale a pena espreitar jogos desta equipa só para ver o menino, é um desequilibrador nato e tem um talento… como dizê-lo? Do caraças!

 

#8 RUBEN GARCIA

Espanha, 20 anos, Levante

Extremo

Durante a época passada fez um total de 31 jogos, nem sempre como titular. Este ano tem rubricado boas exibições, tanto na esquerda, como na direita ou como falso ponta-de-lança. Joga desde miúdo no Levante e dele se esperam grandes feitos.

 

#7 HARIS SEFEROVIC

Suíça, 21 anos, Real Sociedad

Avançado

Na estreia (regressado após empréstimo ao Novara, aventura bem sucedida e preenchida de golos) marcou. No jogo seguinte, também. Um jogador inteligente, tão bom na finalização como na mobilidade e visão de jogo. É daqueles que não engana.

 

# 6 LEO BAPTISTÃO

Brasil, 20 anos, Atlético de Madrid

Avançado

Se há clube que gosta de ter bons avançados, venga Atlético de Madrid. Torres, Kun Agüero, Forlán ou Falcao, todos eles fizeram estragos. Leo Baptistão (confesso que tenho um certo asco por jogadores com aumentativos, fazem-me lembrar jogadores antigos como Marlon Brandão), na época passada, mostrou dotes pelo Rayo Vallecano, num curto empréstimo que lhe valeu 7 golos e 7 assistências. Parece tapado na actual equipa – que joga de olhos fechados, diga-se – mas podem contar como ele. Com este nome, contem com ele se faz favor.

 

# 5 ALBERTO MORENO

Espanha, 21 anos, Sevilha

Extremo

Espero qualquer coisa melhor que Vicente ou Diego Capel deste indivíduo. Sendo eu simpatizante do Sevilha, acredito que tem condições para vingar. Fez parte da La Rojita campeã da Europa e, embora não tenha feito manchetes, foi peça-chave, tanto a causar estragos na frente como a tapar buracos mais atrás. É rápido, tem um drible estonteante, tem a fisionomia típica de um velocista espanhol (ver Navas, Pedro) e vai certamente fazer mais do que os 15 jogos da época anterior.

 

# 4 SUSO

Espanha, 19 anos, Almería (emprestado pelo Liverpool)

Extremo

É a fiesta de lo punta e Suso não foge à regra. Suso até foi experimentado por Brendan Rodgers aqui e ali durante a época passada, mas este empréstimo é um forte recado para o seu talento: ou explode ou vai de vela. E Suso tem potencial. Já é uma das armas do Almería para atacar a manutenção na Liga BBVA.

 

# 3 ALVARO MORATA

Espanha, 20 anos, Real Madrid

Avançado

Mourinho lançou-o, a Espanha olha para ele desconfiada: é um canterano do Real Madrid, que hipóteses terá de se mostrar?! Curiosamente, Morata até responde bem quando é chamado. Com a partida de Higuaín, a estrada está mais desbloqueada e o futuro menos cinzento para o avançado. Ele que até marcou uns golitos no Campeonato da Europa de sub-21 ao serviço de La Rojita. Parece-me consideravelmente melhor que Rodrigo Moreno, por exemplo.

 

# 2 RAFINHA ALCÂNTARA

Brasil/Espanha, 20 anos, Celta de Vigo (emprestado pelo Barcelona)

Médio-centro

Pois parece que os filhos de Mazinho não sabem jogar noutro sítio não é verdade?! Vamos a ver se terá a sorte do seu irmão mais velho. A época passada andou pelo Barcelona B e teve direito a estreia pela equipa principal. Agora em Vigo (sob o olhar atento de Luis Enrique) terá mais oportunidades de expressar o seu inegável talento.

 

#1 DANIEL CARVAJAL

Espanha, 21 anos, Real Madrid

Defesa

“Então mas eu venho aqui para este gajo me falar no Carvajal?!”. Temos pena. Carvajal faz parte do exército de canteranos merengues dispensados com cláusula buy-back, só que mostrou tanto jeito para a redonda que não demorou muito até o Real perceber que foi uma autêntica estupidez vendê-lo para… recomprá-lo! Um ano por Leverkusen bastou. Hoje, é dono e senhor do seu lugar e a Espanha parece ter encontrado a solução ideal para lado direito da sua defensa. A defender é bastante seguro e a atacar sabe uma coisa ou duas.

 

MALTA QUE PODERIA ESTAR NA LISTA E QUE MAIS TARDE OU MAIS CEDO VAI DEIXÁ-LO DE QUEIXOS CAÍDOS.

Ao contrário do que se possa pensar, há uma quanta malta com jeito fora do top 2/3 do Campeonato Espanhol. De Madrid, refiro três nomes – já conhecidos para a maioria – que decerto farão miséria: Jesé Rodríguez (que o Benfica tanto assediou sem sucesso), Casemiro e, ali dos rivais, um tal de Oliver Torres tem tudo para ser feliz.

No Valencia (que volta e meia gosta sempre de lançar miúdos da casa) já estarão familiarizados por exemplo com Juan Bernat (cuidado…) e Paco Alcácer. No Sevilha temos Bryan Rabello, que aterrou do Chile para todos impressionar. No Bilbao, um basco francês (ao estilo de Lizarazu, lembram-se?) chamado Aymeric Laporte promete ser referência no centro da defesa.

Do Málaga talvez os holofotes se virem para Juanmi Jiménez, um avançado habilidoso que tem tudo para dar certo.

Manuel Tinoco de Faria

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE