December 7, 2019

Sporting, através de uma página popularmente criada, conhecida e divulgada como Comunicação SCP, viu um cartão amarelo de Hacker Way, Palo Alto, CA.

Palo Alto pode facilmente ser adaptado aqui para a forma, conteúdo e estilo adoptados pelos responsáveis leoninos nesta sua ‘sub-página’ (fundida/conotada ou não com a página oficial do clube, fala em nome do Sporting) para Altas Palas. Palas que fomentam o ódio, a propaganda, a difamação, as ditas e vendidas “verdades” ou, para sócio ler e partilhar, os “escândalos”, as “polémicas” e “injustiças”.

Neste Futebol 2.0, no qual transferências já são integralmente publicadas e partilhadas via Facebook – veja-se o caso de Pogba, a apresentação de Guardiola ou, se quisermos falar em aumento real de interacção e partilhas, a página oficial da adorável nadadora Chinesa das ‘caretas’, que cresceu estupidamente de poucos milhares de pessoas para centenas e centenas de milhares de seguidores – o Futebol Português ainda fala à anos 80. É triste, mas é verdade.

screenshot-at-2016-10-06-10-23-17

Quer Benfica quer FC do Porto também não estão isentos de responsabilidades – o FC Porto, se ou quando andava na galdeirice, era tudo muito offline (embora os registos das habitações dos árbitros, a partir de certa altura, tivessem de ser todos informatizados…).

O Benfica, com um regime apertado de controlo dos media, exerce influência sobretudo através de opinion makers que influenciam, com milhões de espectadores – Gomes da Silva, Pedro Guerra, só para citar os mais populares, isto numa era pós-Seara – a geração mais velha e, sobretudo, assegura que os mais novos, que até pensam pelas suas cabecinhas, ouçam sempre nas roulottes ou numa conversa alheia pérolas como “Vieira é o Cosme Damião do séc. XXI”. Se esta frase, proferida por Pedro Guerra no espantoso programa Prolongamento, não é de ir às couves, então não sabemos o que justifica o imperativo urgente de horticultura…

SL Benfica, é público, tem no director de A Bola e, segundo o Sporting, do Record, dois fiéis escudeiros media. Fernando Guerra, nº2 a 10 do diário da Travessa Queimada, também é fervoroso adepto do Benfica e, consequentemente – ou não, isto assim assume espantosos contornos que podiam resvalar para essa coisa estranha e utópica chamada ‘código deontológico do jornalista’ – amicíssimo de Vieira na sua prosa.

Há, na imprensa publicada, mais adeptos: Nuno Farinha do Record (persona non grata publicamente referida e contestada pelo clube de Alvalade), os já referidos Serpa e Guerra (que, sendo editores, assumem clara influência na linha editorial de um diário Histórico que, p.e., deu a única nota 10 da sua existência a… JVP no célebre 3-6 de Alvalade!) mas poderíamos referir mais, da velha guarda e de caneta afiada, só que não o faremos para não ferir mais susceptibilidades de Palo Alto e arredores…

Na TV, as caras são conhecidas, embora as simpatias e os debates sejam ‘turvos’: qual é o clube de Rui Santos? Por quem torce realmente Freitas Lobo (este comentador disfarçado de opinador ou vice-versa). Será que Pedro Henriques é assim tão Benfiquista? Rui Pedro Braz? Dani, é doidinho pelo Sporting? E Augusto Inácio, quer saber do Sporting para alguma coisa ou anda ali a ver os comboios passar?

O RESPONSÁVEL POR ISTO TUDO

Só para nos deixarmos de tretas tem nome de vinho e apelido do Senhor: Jorge Jesus. O treinador, ex-Benfica, fez ‘soar’ os alarmes comunicacionais até então ‘mais calmos’, serenos, levezinhos. A rivalidade, que sempre foi Histórica – é a mais antiga do Futebol Português, isto se não vier nenhum papalvo zurrar que a do FC Porto e do Boavista precede-a no tempo… – outrora geradora de interessantes discussões, brincadeiras, zangas familiares ou traduzida na mais inocente porém natural picardia ‘Facebookiana’, tornou-se subitamente venenosa. Explosiva. Sem qualquer gate keeper ou moderação, os clubes dispararam tudo o que tinham.

Benfica via um gajo que andava pelo twitter com uma expressão ridícula mas que obedecia claramente a uma cartilha dos escritórios de Vieira (convenhamos: quem hoje no Benfica segue outra que não a do ex-vendedor de pneumáticos ali para os lados de Campo de Ourique?!). E o Sporting através da WL Partners, que curiosamente foi este ano contratada pelo SL Benfica.

CONSEQUÊNCIAS DA DECADÊNCIA DOS CLUBES LISBOETAS

Claro que o Sporting reforçou a presença na TV – Augusto, Octávio, um tal de Golbeth, sinistra personagem que se candidata claramente, pelo discurso inflamado, a não conseguir respirar quando passar pelo Colombo… -, ‘endireitou’ a grelha do seu canal com ‘gente fina’ e reforçou o seu conteúdo 2.0.

O Presidente do Clube – não sabemos se isto é único no Mundo, na Europa será com certeza pois na América do Sul é bastante comum as Presidências dos clubes serem ‘abertas’ à torcida, pelo menos no formato televisivo – é hiperactivo nas redes e o Sporting até registou significativo crescimento.

Primeiro, foi Tshikabala (mais de 200 mil likes num mês, números superiores ao alcance gratuito da propaladíssima porém obsoleta contratação de Casillas, que não ajuda o FC Porto a tornar-se num clube com global reach, já aqui referimos e sublinhamos: o Sporting tem mais adeptos espalhados pelo Mundo, em termos qualitativos pelo menos, o FC Porto tem um ADN tradicionalmente ‘bairrista’ de ganhar na sombra – é um posicionamento legítimo; já o Benfica quer fazer ganhar enquanto faz barulho e por vezes também sofre bastante com isso), depois foi a troca de farpas constante, mais tarde o soundbyte dos vouchers e por fim a vergonha que se conhece: uma página associada ao clube fundado por um ex-aluno de Harvard que acusa abertamente, gangster style, tudo o que são ‘personagens’ ligadas ao círculo do clube rival.

Existem, actualmente, 4 páginas ligadas à Comunicação do SCP. Qual será a oficial?

À hora da publicação deste texto, o Entre Linhas tentou, junto daquela que ‘se assume’ como oficial, falar com alguém responsável pela página, sem sucesso. Ninguém sabe, ninguém quer confirmar, assobia-se para o lado e publica-se ‘para a frente’!

Os mesmos “parasitas” referidos pelo clube de Alvalade são os mesmos que, tal como Diamantino ou Inácio, destilam facilmente ódios, inimizades, enfim, rivalidade ‘destrutiva’ ou ‘envenenada’.

Já por várias vezes tínhamos elogiado a postura do Sporting, sobretudo no twitter e por vezes até com interessantes iniciativas de Facebook.

O que se passou é simplesmente incrível e reforça a ideia que, enquanto o Futebol Português fala em modernização ou alguma evolução, Jaime Pacheco e Vítor Oliveira partem-se a rir enquanto bebem uma com Veloso e Paulinho Santos.

O Futebol Português merece mais. Melhor. Outros protagonistas. Outros discursos.

Já chega Sporting. Acalma-te Benfica.

Pelo bem da Modalidade, PAREM!

slbscp

 

(NOTA: EntreLinhas não quis ficar atrás do estilo do Futebol Português e, vai daí, tirou 2 screenshots que utilizou como imagens para este artigo e uma página de Comunicação SCP que… Não É a oficial, dando a ideia que Talvez possa ser a página oficial! O que é facto é que a página que assume que é oficial não tem o badge oficial confirmado logo isto é tudo uma moscambilha do caraças e é tudo uma cambada de parasitas e coiso)

Manuel Tinoco de Faria

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE