December 8, 2019

 

Ponho de lado por uns momentos, a análise aos jogos ou recentes performances do mundo do basquetebol. Escrevo agora para ti, aquele que vibra com o jogo mesmo sem nunca ter pisado um campo de basquetebol. Escrevo sim para ti, que dedicaste a tua vida ao amor pelo jogo, mesmo sem ter sido retribuído.

 

Para ti que nunca desististe mesmo quando era esse o melhor caminho. Tu que analisas todos os recentes acontecimentos do basquetebol, com paixão e inspiração.

 

Para ti, que no teu emprego de hoje ninguém imagina o que é jogar na rua com amigos durante horas. Para ti que sonhaste ser como os teus ídolos da NBA, cada vez que tocavam na bola em casa. Para ti, que estas a começar a jogar agora. Para ti que tens mais passado que futuro no jogo.  Para ti, que mesmo de fato e gravata no emprego ainda amas o jogo com a graça de um adolescente. Para ti, que ouves o bater de uma bola no asfalto e queres driblar de imediato. Para ti que desejas ser o melhor, mas dizem que em Portugal isso é impossível.

 

Para ti que tiveste tranças como o Iverson, ou um baby afro como o Kobe. Para ti que quiseste ser como o Michael Jordan. Para ti que treinas para lançar como o Steph Curry. Para ti que a NBA é a fabrica dos teus sonhos. Para ti que acompanhas os teus filhos aos treinos e jogos sem entender nada do jogo. Para ti que vives hoje uma renovada paixão pelo jogo, ao ver a dedicação dos teus filhos. Para ti que podias ter acreditado mais nas tuas capacidades, mas desististe e hoje tens uma mágoa, mas amas o jogo. Para ti que um dia ouviste, que não eras capaz e acreditaste. Para ti que o basquetebol é um amor que poucos entendem, a não ser a pessoa com que vives. Para ti que encontraste o amor da tua vida, por causa do basquetebol.

 

Para ti, que és um guerreiro em campo porque o querer e a vontade de competir não têm prazo de validade. Para ti que tens marcas no corpo, de batalhas em campo mas voltarias a fazer tudo de novo e ser feliz. Para ti que o medo de falhar, dominou a tua vontade de vencer. Para ti que ainda não sabes que nem sempre se perde na derrota, nem te tornas imortal na vitória. Para ti que estar em campo é paz e conforto. Para ti que jogas com o coração, mesmo quando és traído por esse amor. Para ti que a dedicação e intensidade, são e sempre foram a tua motivação.

Para ti ontem, hoje e que sem dúvida amanhã. Para ti que o encontraste. Para ti deixo estas palavras, se ninguém alguma vez o fez. Para ti, velho ou novo, baixo ou alto, reconhecido ou não. Para ti que amas o jogo, seja onde for e para sempre…

 

Carlos Dias

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE