July 16, 2019

Capítulo XVIII

O rescaldo da décima oitava jornada da Serie A fica marcado pelas vitória,s mais ou menos difíceis, dos quatro primeiros classificados do campeonato.

622_9ff6551a-2419-3543-b68c-62e0d5f9d17a

Começando pelo lampião azul e negro que segue na frente do pelotão:
Icardi, a caminho do balneário em Empoli, deu os 3 pontos ao Inter. Um jogo complicado, onde o Inter se bateu com um adversário que deu tudo e que tudo fez para alcançar outro resultado.
São vitórias assim que ajudam a cimentar a esperança no título.

A Fiorentina, segunda classificada, deslocou-se ao norte da Sicília para vencer confortavelmente o Palermo por três bolas a uma. Ilicic bisou, Gilardino(!) reduziu mas já demasiado tarde para alterar o rumo do resultado. Blaszczykowski sentenciou o resultado final.
São mais três pontos, para a turma de Florença que se mantem senhora de si na discussão do título.
A Nordeste, do outro lado do Mar Tirreno, no San Paolo em Nápoles, os comandados de Sarri, receberam e venceram o Torino por 2 a 1. Golos de Hamsik, Insigne para os locais e de Quagliarella para os forasteiros.
Resultado conseguido a custo, por demérito dos anfitriões, que desperdiçaram diversas oportunidades e que deixaram os milhares de adeptos napolitanos à beira de um ataque de nervos durante 50 minutos. Haja coração!
A Norte, em Turim, a Juventus, cumpriu calendário, vencendo sem qualquer dificuldade o Hellas Verona por 3 a 0. Dybala, Bonucci e Zaza ditaram em golos a lei do mais forte. Os ódios assim são fáceis.
Para além dos 3 pontos conseguidos a Vechia Signora, ainda ganhou mais dois pontos sobre a 5ª classificada a Roma que em Verona, conseguiu a proeza de deixar 2 pontos…depois de estar a vencer duas vezes na partida contra o Chievo.
Aos 38′ vencia por duas bolas a zero.
Assim não dá.
Não há esperança ou sonho que aguente tanto desperdício de pontos e tanta anemia, complacência, displicência durante os 90 minutos do jogo.
A Roma vê a quadriga a distanciar-se e está a seis pontos do Inter.

O Cume da “ Bota”:

1º: Inter » 39 pontos
2º: Fiorentina »38 pontos
3º: Nápoles » 38 pontos
4º: Juventus » 36 pontos
5º: Roma » 33 pontos

Artilheiros:

1º: Higuaín (Nápoles) » 16 golos ( 17 jogos)
2º: Eder (Sampdória) » 11 golos ( 18 jogos)
3º: Kalinic ( Fiorentina) » 10 golos (17 jogos)
4º: Bacca ( Milan) » 8 golos (17 jogos)
5º: Dybala (Juventus) » 8 golos (17 jogos)

Capítulo XIX

A décima nona e última jornada da primeira volta do campeonato italiano, ditou jogos, marcou clássicos.
Mas respeitando a classificação começarei pelo topo.

 

domenico_berardi_getty

Assim, o Inter de Milão recebe o perigoso Sassuolo. Os visitantes estão em 6º lugar, fazendo mais uma bela campanha. Isto significa que Mancini tem de ter a sua equipa no ponto. Para ganhar os três pontos.
A Fiorentina recebe a Lazio no que promete ser um teste de dificuldade elevada para os orientados de Paulo Sousa.

 

Frosinone-Napoli

O Nápoles em igualdade pontual com a turma viola, desloca-se ao terreno do Frosinone. Entre candidato ao título e quem luta pela manutenção, o desafio tem tudo para ser interessante. Ninguém pode perder pontos.

 

SampdoriavsJuventus

A Juventus, desloca-se a Génova onde, no Luigi Ferraris, defrontará a Sampdória.
Os locais sobem de forma, de tal maneira que a cidade do Golfo da Ligúria já não é o buraco negro de há umas semanas atrás. A vitória no derby da Lanterna é um tónico a ter em conta. A “namorada de Itália “que se cuide.

 

as-roma-ac-milan-23-12-2012

A Roma protagonizará com o Milan o grande jogo da jornada e do fim de semana.
Tanto romanos como milaneses terão de deixar para trás os maus resultados que têm vindo a registar e jogar para ganhar. É jogo de cartaz. Que não nos deixe ficar mal.

il calcio è di chi lo ama!

 

Ze Pedro

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE