January 22, 2020

 

O Entre atira-se aos últimos meses de actualidade desportiva do nosso querido rectângulo no cu da Europa plantado.

 

Entre emails, contratações estranhas e negócios ‘esquesitos’, este é o best of do mercadinho que ainda tem bastante lenha por arder até ao final do mês de Agosto

 

1. VIDEO-ÁRBITRO

 

Os ensaios gerais do VAR (video assistant referee) pelo caneco das Confederações foram recebidos com alguma apreensão. Em alguns jogos, tivemos o videoárbitro em modo Mecha-Martins dos Santos, a interromper por tudo e por nada.

 

Noutros, quando interrompeu decidiu sempre bem, provando uma vez mais que esta tecnologia chega tarde e a más horas ao Desporto-Rei: o hawkeye está no Ténis desde 2006 e no rugby há uma porrada de anos.

 

Para alguns clubes – sobretudo os grandes, eles sabem quem são – o vídeo-árbitro é um dizer Adeus àqueles penaltizinhos simpáticos que Nunca existiram em jogos caseiros que estavam difíceis de desatar frente a Aroucas e Marítimos da vida.

 

Para os amantes das ‘mões de Maradona, Vata e Henry’ é a despedida anunciada.

 

Uma aproximação fugaz do Futebol ao modelo ‘correm todos com os mesmos motores’. Agora sim, que ganhe efectivamente o melhor e não os eternamente protegidinhos pelo apitacho.

 

Teoricamente, é um enorme upgrade para a modalidade, e mesmo que em termos de produto televisivo possa ser sujeito a melhorias – a FIFA andou aos soluços com alguns lances de repetições – o vídeo-árbitro é, a nosso ver, um simpático upgrade e uma forma de ‘amansar’ os 149 comentadores dos 74 programas de bitaite futebolístico da nossa praça.

 

Resta saber se o típico cântico ‘Palhaço! Palhaço! Palhaço!’ se continuará a fazer ouvir ou não.

 

2. SOBRE O MAMBO CONFEDERADO

 

Permitam-nos dizer algumas quentes e boas sobre a competição: foi o regresso do Futebol do Ilídio e do Nando à alta ribalta das Competições Internacionais – hei, no Euro jogámos contra a Albânia, há umas semanas foi a Nova Zelândia, o Futebol é mesmo para todos pá! – e a coisa foi, apesar de alguma irritação geral com as opções do Nando no jogo contra o Chile, relativamente simpática.

 

Gelson e Bernardo Silva começam a marcar o ritmo e a espalhar o perfume da nova geração de Tugas, William fez uma competição simplesmente incrível – Danilo bem que pode carregar os comandos da Playstation… – e Ricardo Quaresma revelou-se decisivo em vários momentos, provando por A+PorraAbramosOlhos que Nani é jogador do passado com uns connects do caraças.

 

Também vimos Cristiano Ronaldo rendido ao colectivo, a oferecer prémios individuais, todo ele Bom Samaritano. Aliás, o Melhor Samaritano do Mundo. Cristiano parece ter ultrapassado a fase em que todo o Mundo tinha de girar à sua volta e agora admite que outros seres humanos partilhem parte do seu planetazinho. O Capitão Trintão está bem e recomenda-se, mesmo que depois do jogo a doer contra o Chile tenha saído do grupo de Whatsapp da Selecção e dito ‘epá tenho de ir ali ver o meu puto totyl dreds’.

 

Claro que há sempre forma de falar em Cristiano, dos Santos Aveiro, agora e para sempre Ronaldo: a novela sobre uma eventual saída do Real Madrid promete vender muito desportivo durante os próximos meses…

 

Nota ainda para a prestação do Chile, equipa que faz o Atlético de Simeone parecer um bando de Salesianos do Estoril. Espectacular competitividade, uma verdadeira equipa, muito para além de nomes avulso como Alexis ou Vidal. Medel, que tabique na zaga. Aranguíz, Hernández, Gutiérrez, todos mais Bravos que o Cláudio, que provou uma vez mais que balompié de Selecções é com ele. Que bom foi ver os muchachos de Allende a darem o que tinham e o que não tinham.

 

Quanto à Alemanha B, nada a dizer. O facto de não estar no ranking da FIFA é algo que nos ultrapassa…

 

Menção (des)onrosa para a Rússia, que ou vai dopar o vídeo-árbitro ou vai dopar jogadores para fazer figuras que se vejam durante o Mambo Mundialeiro do ano que vem.

 

Desde 2008 que o projecto Futebolístico dos tovarisches não apetece nem convence e a pergunta que se impõe é… será que ter Ovchinnikov como adjunto da Selecção é a opção certa?! Hmmm…

 

Quanto a nós, estivemos bem mas a partir do momento que Nani é lançado a jogo e André Silva retirado do mesmo o nosso destino estava traçado.

 

Rui Patrício provou que faz sentido continuar a fazer capas a dizer que vai sair para depois continuar no Sporting.

 

André Gomes correu. Ou pelo menos marchou rápido, o que se saúda.

 

E Cédric, que toda a imprensa e bitaiteiro de segunda louvou com dizeres do estilo “Como cresceu este lateral na Premier League!” não sabe picar uma porra duma bola mas claro, a Juventus sonha com ele e os dois de Manchester já ergueram bustos ao Françuguês… haja decência. Cédric é uma versão ‘para toda a família’ de Secretário ou um comprimido de Vieirinha que pode tomar depois do jantar que não lhe dará pesadelos.

Percebe-se a preferência do ex-Sporting para o lugar: Ilídio gosta dele desde o Mundial sub-20 da Colômbia.

 

Adiante…

 

3. LIGA NOS POR CÁ – O ENTRA & SAI, O ENTRA E O SAI

 

3.1 ENTRA & SAI – BENFICA

 

O Benfica, de ano para ano, continua a espalhar uma resma de nababos à volta de Luisão e foi, todo confiançudo, no alto dos seus quatro escudos consecutivos de Campeão, comprar 76 guarda-redes e o Salvador Agra. Para uma equipa que tem de crescer para além do Campeonato Nacional – o Benfica acha que os ‘6M e canecos’ chega para crescer quando apenas estagna os seus níveis de competitividade – este tipo de abordagem ao mercado é simplesmente patético.

 

Quando jornais do clube, perdão, A Bola noticia que “Salvador Agra foi contratado, mas não fará parte das opções do clube” demite-se claramente de uma das suas responsabilidades: averiguar por que raio é que Agra foi comprado e ignorar que houve obviamente marosca negocial pelo meio. Alguém anda a meter dinheiro ao bolso com as sinuosas operações do Benfica, e não é o autor do texto nem os seus leitores.

 

Por outros corredores, o Pedro Guerra diz que não se lembra de ter mandado mails, o Rui Gomes da Silva diz que as assinaturas não são dele e o Benfica esqueceu-se que o Bruno Varela já tinha estado no clube ou que o Salvador Agra há muito tempo que deixou de ser promessa para ser um jogador banalíssimo que jamais deveria ter a oportunidade de cheirar uma camisola de um clube grande, quanto mais vesti-la.

 

Amnésia selectiva do Campeão Nacional, que após as farpas lançadas pelo FC Porto tentou limpar a imagem com uma capa da Forbes…. edição Portuguesa, na qual Rui Vitória diz coisas fofas e que, aqui e ali, já levam um sotaque Vieirista que enjoa. Lots of flash and no substance. Parecia Vieira há uns anos quando também disse que o Benfica vai ser maior que o Real Madrid”.

 

O Benfica pode efectivamente “trabalhar melhor que alguns dos clubes mais ricos do Mundo”. Mas não pode atacar o mercado de transferências a começar por atletas do calibre de Salvador Agra.

 

Salvador Agra é um vídeo dos melhores lances de Nandinho visto em qualidade 720. Salvador Agra é um passe que dá para andar no Autocarro Ramirez, no Metro José Rui e no Eléctrico Pepa.

 

Neste imparável Entra & Sai – que é o business model de todos os defesos do Benfica de Vieira, que também já havia dito “faremos contratações cirúrgicas”, dizer também que Paulo Lopes, após vários anos a defender as piadas no balneário, foi convidado para integrar a estrutura do clube.

 

Entretanto saíram os melhores jogadores da equipa e Lima.

 

Sim. Esse mesmo.

 

 

3.2 ENTRA – SPORTING

 

O Sporting contratou Coentrão, Mathieu e Doumbia para o plantel e Bruno contratou Joana Ornelas para rever comunicados.

 

Coentrão é sempre uma incógnita – inquestionável a sua qualidade quando está em forma, já não nos recordamos é da última época que fez sem ficar uns meses de fora – Mathieu tem provas dadas na Liga Santander e Doumbia dispensa qualquer tipo de apresentações. No .pdf leonino ‘Ou É Este Ano ou Não É’.

 

Tudo dependerá das saídas que vão acontecer no clube até porque pagar 3M em prémios de assinatura (falamos de Mathieu) não é para qualquer clube. Pelo mesmo valor assinou Pepe pelo Besiktas. Confirma-se que Jesus é fã dos centrais feios, porcos e maus – e sobretudo Altos – e que o Sporting, publicamente aliado do FC Porto, tudo vai fazer para conquistar um título nacional que lhe escapa desde 2002.

 

Os nomes, até agora, prometem. A equipa? Ainda ninguém viu.

 

Os adeptos bem querem que Gelson e companhia fiquem no clube. Hmmm, vai ser difícil. Ou sairão vários de rajada, Benfica style, ou sairão às pinguinhas, ‘à boa moda’ Slimani e João Mário.

 

Bruno Fernandes também foi resgatado. A acrescentar à qualidade que Jesus tem no plantel – Bas Dost, a afirmação de Alan Ruiz – parece que o Sporting ganha também no banco, pois contratou com ‘olhos de ver’ nesse sentido: Matheus Oliveira promete baralhar as contas finais do treinador leonino.

 

É o clube que mais e melhor tem investido no plantel, de longe.

 

Para quem abriu as hostilidades com Piccini, nada mau.

 

3.3 SAI – PORTO

 

Pinto da Costa acabou quando vende Rúben Neves para o ‘Mendeshampton’ por 18M de EURs. Não há outra forma de dizer isto, a não ser com uma adenda de nojo e sonora flatulência, porque Jorge Mendes continua a marcar nos teres e haveres dos clubes Portugueses. Mal ele liga o telefone todos baixam as calças. Incrível…

 

Acrescente-se que Rúben Neves foi vendido por pouco mais que suplentes da formação do Benfica que não jogavam – casos de Cavaleiro, Silva, Cancelo… – mas ver o talentoso médio portista sair, um indivíduo que chegou a chorar Porto em campo, para o Wolverhampton é dizer tão-só que no dia em que Jorge Mendes arrumar os tablets e meter o dinheiro todo que tem escondido ao bolso, será o mesmo dia em que o jogador Português será novamente livre e feliz.

 

E também o dia em que os principais clubes Portugueses terão o difícil desafio de pensarem pelas suas próprias cabeças.

 

André Silva também saiu – antes da Taça das Confederações, num move que prova que o Porto ou está mesmo à rasca de dinheiro ou que Pinto da Costa simplesmente já não quer saber… – e promete dar cartas na Serie A.

 

Fez uma vistosa Taça das Confederações e assume-se cada vez mais como o ponta-de-lança da nossa Selecção no pós-Hélder Postiga e Hugo Almeida. Deixará saudades pela forma como combatia.

 

Não deixará tantas saudades pela forma patética como por várias vezes se atirava ao chão quando tinha sido agredido… por amigos imaginários.

 

O Porto de Sérgio Conceição será uma incógnita em termos de fronhas que serão apresentadas, mas uma certeza nos capítulos da entrega e combatividade. Sim, é um chavão daqueles clássicos mas fica sempre bem e ao menos não é dito pelo Diamantino. Este leram no Entre e ‘grátes’ por isso toca de espalhar a boa nova, vá…

 

4. A POLÉMICA DOS MAILS

 

Ninguém sabe se houve efectivamente ‘barulho’, o que se sabe é que Vieira reagiu como o costume: calou, fugiu e só comentou depois e a más horas. Aliás, como é do seu modus operandi, quando a coisa aquece, Vieira foge. Ou vai para o balneário chorar. Mas passemos ao que interessa…

 

Gente como Pedro Guerra e Paulo Gonçalves – o primeiro nem se comenta, o segundo andou pelo Boavista de Valentim Loureiro… – é alegremente associada ao Benfica, sem que ninguém estranhe ou faça perguntas. Assim, ninguém trabalha melhor que este ou que aquele. É malta que não interessa, gente que Vieira prefere convidar para colaborar em vez de insultar e fuzilar.

 

No entanto, fica a ideia que estaremos na presença de um Apito Dourado 2.0: num bai dar em piça alguma, ai, em nada. Zero.

 

A Justiça Desportiva em Portugal funciona tão bem que Antero Henrique é neste momento director-desportivo do PSG e António Carraça dirigente dos Colombianos do Millonarios.

 

Não há muito mais a dizer. Mesmo que houvesse, ‘eu já não sei se recebi’ / ‘não me lembro de ter lido’… Enfim.

 

5. (DES)COMPRIMIDOS DE VERÃO

 

De saída, deixamos um cabaz de coisas fofas.

 

PRENDITA #1

Primeiro, soltamos uma sugestão para os pançudos mais preguiçosos que respondem sempre “Epá, não me apetece, este Nicholas Sparks pede 200% da minha atenção…” quando os chateamos para jogar à bola.

 

Chama-se walking football, foi inventado por cotas Ingleses e já tem adeptos pelo Algarve.

 

Experimentem!

 

Paulo Almeida, volta rápido. Quer dizer, ao teu ritmo.

 

Aí está uma forma diferente de tocar a redonda e de fazer a vida mais difícil aos reis dos cabritos, cuecas, rabonas, chilenas, chicuelas, trivelas e mais o raio que os parta.

 

Fiquem com o nome de uma equipa Inglesa que joga este mambo: Southampton Strollers.

 

PRENDITA #2

 

Os Carolina Panthers, da NFL, ‘partiram a net’ – os Brasileiros diriam ‘quebraram’, mas já dissemos que estamos no cu da Europa, ‘portantos’ mamem… – com um tweet original para cacete:

 

 

Foi a loucura para desvendar o ‘enigma’ que as publicações escondiam.

 

No final de contas – sim, vamos ‘spoilar’, nenhum de vocês tem tempo e paciência para ir explorar a céééna – dava qualquer coisa como isto:

 

Now this is a story, all about how
My life got flipped, turned upside-down
And I’d like to take a minute
Just sit right there
I’ll tell you how I became the prince of a town called bel-air

 

Além do delicioso planeamento e execução, quanto investiram os Panthers nesta acção?… Nickles. E o retorno em earned media?

 

Genial!

 

PRENDITA #3

 

Dia 16 de Julho arrancou o Europeu de Futebol Feminino, o que vos pode dizer tanto como uma receita qualquer com granola. O Channel 4, que garantiu os direitos de transmissão do torneio, mandou Este anúncio catita com Jürgen Klinsmann metido ao barulho:

 

PRENDITA #4

 

Quanto cobra Cristiano Ronaldo por cada anúncio no instagram?…

 

Se já sabiam que Cristiano é o desportista que mais media value gera para as marcas, óptimo. Se não, pegassem nos livros meus safardanas.

 

Fiquem também a saber que Cristiano é a marca portuguesa mais valiosa do Mundo e que as plataformas digitais foram fundamentais para isso.

 

Uma empresa inglesa fez um levantamento sobre o valor que as celebridades botam ao bolso por cada conteúdo patrocinado no instagram. Ronaldo é vice-campeão da cousa ao todo, perdendo apenas para Selena Gómez, porém #1 da cousa dos desportistas.

 

De acordo com a Hopper, Cristiano factura 400 mil EURs por cada fotografia patrocinada na rede.

 

A plataforma da, Hopper, HopperHQ, analisou cerca de 1.2M de posts agendados no instagram e descobriu que apenas 21% delas estavam sinalizadas como conteúdo pago, algo que a rede tem exigido aos influenciadores e celebridades.

 

Neste top, apenas mais uma celebridade do Desporto consegue ‘morder os calcanhares’ ao Super Puto: Lebron James factura 120 mil EURs por imagem.

 

Para uns há Lo-Fis e Clareons. Para outros o filtro é mesmo ‘Filthy Rich’…

 

DE SAÍDA

 

 

Quem conseguir comprar Mbappé neste mercado é o ‘puto mais fixe do bairro’. O Dobrãozinho de Ouro, O Prometido, O Tal Que Faz Lembrar Henry, O Incrível, tem como agente um tal de Pascal Boisseau.

 

Quem?!

 

Epá o empresário do Gervinho e do Schneiderlin. Isso mesmo…

 

Boisseau já disse que “com a sua idade não há ninguém melhor” e também que “há apenas 4 clubes que podem comprá-lo: o Barcelona, o Real Madrid, o Manchester City e o Manchester United”.

 

Uma de duas podemos retirar daqui: pelos vistos o Chelsea não tem graveto e o Benfica foi escandalosamente descartado da lista de potenciais compradores, isto depois de já ter dado um sinal de alerta para o mercado com o alegado interesse em… Lima.

 

 

Fiquem com Aquelas Montagens de Youtube com dubstep e efeitos maricas, de um incrível jogador que entusiasmou – e promete continuar entusiasmar – os fãs da redonda.

 

Bom mercado!

 

Manuel Tinoco de Faria

No Comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE